Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/342
Título: A motivação para a aprendizagem em crianças do 1º ano de escolaridade: Comparação de dois curriculos
Autor: Barata, Margarida da Silva Gonçalves
Palavras-chave: Psicologia educacional
Motivação
Aprendizagem
Idade escolar
Curriculum
Métodos de observação
Motivation
Learning
School-age children
Curriculum
Observation methods
Data de Defesa: 2006
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: O presente trabalho, tem como principal objectivo caracterizar a motivação para a aprendizagem em crianças do 1º ano de escolaridade e investigar a influência que os currículos de pré-escolar (João de Deus e Movimento da Escola Moderna) têm sobre os níveis de motivação para a aprendizagem no 1º Ciclo. Participaram neste estudo 122 crianças, divididas em dois grupos, onde 50 crianças frequentam o 1º ano de escolaridade de uma escola com um currículo mais centrado na criança (Movimento da Escola Moderna), e outras 72 crianças frequentam uma escola com um currículo directivo e mais estruturado (João de Deus). Num primeiro momento e tendo como finalidade caracterizar o tipo de currículo utilizado nas salas de pré-escolar frequentadas pelos alunos que constituem a nossa amostra, foi adoptada uma grelha de observação de sala de aula. Esta grelha foi adaptado do CPI (Classroom Pratices Inventory) Inventário de Práticas de sala de Aula) desenvolvido por Hyson, Hirsch- Pasek e Rescorla (1990), assim como da Eccers (Early Clhildhood Envinonment Scale), desenvolvida por Hams e Clifford (1988) instrumentos considerados adequados para diferenciar programas, permitindo avaliações de salas de Jardim de Infância fiáveis e válidas. Num segundo momento, e tendo como objectivo avaliar a motivação para as aprendizagens dos alunos, utilizou-se uma Escala de Motivação, adaptada do FAS (Young Children's Feelings About School) proposto por Stipek e colaboradores (Stipek, Feiler, Daniels & Milburn, 1995; Stipek & Gralinski, 1996; Stipek & Ryan, 1997). É uma escala destinada a ser aplicada a crianças de idade Pré-escolar e 1º ciclo do Ensino Básico. Às crianças foi pedido que respondessem à Escala de Motivação constituída por vários conjuntos de itens: Competência percepcionada, Atitudes face à escola, Ansiedade, Preferência pelo desafio, Expectativas para o sucesso e Dependência. Para procedermos à análise estatística dos dados obtido, foram utilizados testes não paramétricos para amostras independentes Mann-Whitney e Qui-Quadrado, e testes não paramétricos para amostras dependentes Wilcoxon e McNemar. Os testes utilizados pretendiam verificar a existência ou não de diferenças significativas na motivação para a aprendizagem dos alunos a frequentar o currículo João de Deus e os alunos a frequentar o Movimento da Escola Moderna. Os resultados obtidos no estudo revelam que as crianças a frequentar ambos os currículos apresentam uma elevada percepção de competências, elevada satisfação perante a escola, alguma ansiedade perante situações adversas, elevada preferência pelo desafio, elevada expectativa para o sucesso e autonomia. Contudo, surge apenas uma diferença formal entre as crianças que frequentam os dois currículos, sendo ela a maior necessidade das crianças a frequentar o Currículo João de Deus de olhar para o experimentador durante a execução do puzzle. Em suma, os resultados globais demonstram que apesar das crianças frequentarem dois currículos com diferentes orientações, ambos promovem nas crianças bons níveis de motivação e sentimentos acerca da escola.
Descrição: Dissertação de mestrado em Psicologia Educacionall
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/342
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM BARA-M1.pdf10,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.