Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/341
Título: Medir a inteligência da emoção: Uma operacionalização empírica da inteligência emocional
Autor: Barata, Fernanda de Fátima de Matos Sobral Mendes
Palavras-chave: Psicologia organizacional
Instrumentos
Inteligência
Emoções
Organizações
Processos cognitivos
Organizational psychology
Instruments
Intelligence
Emotions
Organizations
Cognition process
Data de Defesa: 2004
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: O âmbito do estudo aqui presente é a Inteligência Emocional, e a medição da Inteligência Emocional. O objectivo desta Tese é a concepção de uma ferramenta de medição de indicadores e dimensões que são específicos de Inteligência Emocional. A ferramenta foi apelidada como Questionário de Medição de Competências em Inteligência Emocional. Neste trabalho demonstrámos que um grande número de estudos e pesquisas neste campo não alcançaram um consenso consistente em termos de resultados experimentais ou teorias. Consequentemente, esta investigação optou por adoptar a corrente académica e científica dos trabalhos de Mayer, Salovey e Caruso, assim como os trabalhos relativos ao modelo de enfrentamento quando este processo está relacionado com a Inteligência Emocional. Nesta Tese criou-se um distanciamento deliberado face a outras correntes que têm sido incrivelmente bem sucedidas quando aplicadas em ambiente organizacional, tal como a abordagem de Goleman. Apesar disso, a ferramenta inspira-se na necessidade de se encontrarem resultados práticos para as pessoas, quer no mundo das empresas, como na sua vida pessoal. O trabalho empírico aqui exposto agrega duas implementações do Questionário de Medição de Competências em Inteligência Emocional, em dois períodos diferentes. Em ambas as implementações, os resultados demonstraram que a ferramenta necessita de melhoramentos, sobretudo no desenho dos Itens. Contudo, da primeira aplicação para a segunda, manifestaram-se resultados interessantes e desenvolveram-se aperfeiçoamentos, quer ao nível da fidelidade, como ao nível da validade do instrumento. Na segunda aplicação, optou-se por incluir uma bateria de Provas que foram aplicadas simultaneamente com o Questionário de Medição de Competências em Inteligência Emocional. O objectivo foi o de fazer um estudo de correlações entre o Questionário e essas Provas já cientificamente testadas. Para além dos testes de validade e fidelidade, o estudo de correlações manifestou resultados interessantes, nomeadamente acerca dos níveis incrementados de inteligência emocional, os quais, aparentemente, estão correlacionados com os níveis de raciocínio lógico e aptidão verbal.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Comportamento Organizacio
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/341
Aparece nas colecções:PORG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM BARA-F1.pdf9,77 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.