Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3408
Título: Violência nas relações íntimas ocasionais de uma amostra estudantil
Autor: Antunes, Joana
Machado, Carla
Palavras-chave: Estudantes
Intimidade
Relações ocasionais
Violência
Causal dates
Intimacy
Students
Violence
Data: 2012
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Análise Psicológica, 30, 93-107
Resumo: Este artigo apresenta os resultados de uma investigação sobre a prevalência da violência nas relações afectivas ocasionais de uma amostra de estudantes, composta por 600 alunos do ensino secundário e superior. 72.3% dos elementos desta amostra relataram já ter estado envolvidos em relações afectivas ocasionais. Nas suas respostas a um inventário de violência (IVC-4, Antunes & Machado, 2007), 43.2% dos participantes admitem ter perpetrado pelo menos um acto abusivo contra um parceiro(a) ocasional ao longo das suas vidas (30.1% de natureza física) e 37.3% reconhecem ter sido alvo de violência por um parceiro ocasional ao longo da vida (20.4% de agressão física). Esta violência aparece essencialmente associada aos sujeitos mais novos, que frequentam anos inferiores de escolaridade e do ensino secundário. Ocorre também mais frequentemente entre os jovens com um maior número de envolvimentos ocasionais. Estes resultados corroboram a relevância do problema da violência na intimidade juvenil e, sendo bastante superiores aos níveis de prevalência da violência nas relações de namoro (Machado, Caridade, & Martins, 2009), sugerem que poderá haver dinâmicas relacionais específicas das relações ocasionais que aumentam o risco nestes envolvimentos e que a investigação futura deverá aprofundar.
ABSTRACT: This paper presents the results of a research project on the prevalence of violence in the casual intimate involvements of a sample of 600 university and college students. 72.3% of the participants reported to have been involved in such relationships. They answered a violence inventory (IVC-4, Antunes & Machado, 2007), and 43.2% of them admitted to have perpetrated at least one abusive act towards a casual partner along their lives (30.1% report acts of physical violence) and 37.3% admit to have been victimized by a casual partner (20.4% describe acts of physical violence). Violence is more common among younger subjects, those that attend to lower educational levels and students from secondary schools. It is also more common among participants that have had a higher number of casual relationships. These results corroborate the notion that violence in juvenile intimate relationships is a serious social problem. They also suggest, because the levels of violence found are quite higher than those reported for juvenile dating relationships (Machado, Caridade, & Martins, 2009), that casual intimate involvements may imply specific dynamics that enhance the risk of violence and that should be addressed by future studies.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3408
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PLEG - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AP_30_93-107.pdf86,76 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.