Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3392
Título: Aprendizagem social e emocional : Reflexões sobre a teoria e a prática na escola portuguesa
Autor: Costa, Ana
Faria, Luisa
Palavras-chave: Aprendizagem social e emocional
Sucesso académico
Alterações curriculares
Ensino secundário português
Social and emotional learning
Academic success
Curriculum modifications
Portuguese secondary education
Data: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Citação: Análise Psicológica, 31I(4), 407-424
Resumo: Conseguirá a Escola atual potenciar a aprendizagem social e emocional dos alunos? No quadro de um estudo exploratório qualitativo, partiu-se da análise do discurso de 12 docentes, na maioria do sexo feminino (75%), com idades compreendidas entre 32 e 57 anos (M=44,3; DP=8,95), dos quais 50% leciona ou já lecionou disciplinas de desenvolvimento social e emocional, com o objetivo de contribuir para a compreensão do papel da Escola na promoção de competências sociais e emocionais dos alunos no ensino secundário. Construído de raiz para este estudo, administrou-se um questionário com questões abertas que explorava as perceções dos docentes sobre a importância destas áreas, as estratégias adotadas na sua promoção e a perspetiva sobre as atuais alterações curriculares no contexto português. Os resultados foram analisados com o programa NVivo 8. Globalmente, apesar do reconhecimento implícito da importância destas áreas, evidenciado pelos participantes, e do investimento em estratégias curriculares e extracurriculares na sua promoção, a aprendizagem social e emocional carece ainda de redefinição e de valorização enquanto objetivo particular da função da Escola, de forma a tornar-se uma realidade para todos os alunos e, assim, contribuir para promover e ancorar o desenvolvimento cognitivo no quadro de um desenvolvimento global mais harmonioso.
Does the school of nowadays enhances the social and emotional learning of the students? Within a qualitative exploratory study, twelve teachers’ discourses were analysed, mainly females (75%), with ages between 32 and 57 years-old (M=44.3; SD=8.95), of which 50% teaches or have taught social and emotional learning courses, aiming to contribute to the understanding of school’s role on the promotion of social and emotional skills in the secondary education. Using an open-ended questionnaire, designed specifically to this study, teachers’ perceptions about the importance of these areas, the strategies used on their promotion and their perspective about the current curriculum modifications in the Portuguese context were explored. The data analysis was conducted using the NVivo 8.0. In general, although all the participants revealed an implicit recognition of the importance of this area and the investment in curricular and co-curricular strategies to approach it of the students, the social and emotional learning still requires redefinition and valorisation as a particular objective of the school’s role in order to become a reality to all students. In that way, social and emotional learning can contribute to promote and anchor the student’s cognitive development within a more harmonious global development framework.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3392
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PEDU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AP_31_407-424.pdf245,07 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.