Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3380
Título: O reduzido envolvimento social : Implicações para o ajustamento psicossocial de crianças em contexto pré-escolar
Outros títulos: Low social engagement : Implications for children psychosocial adjustment in the preschool context
Autor: Santos, António José
Monteiro, Lígia Maria Santos
Sousa, Tânia Lobo
Fernandes, Carla
Torres, Nuno
Vaughn, Brian E.
Palavras-chave: Reduzido envolvimento social
Pré-escolar
Ajustamento psicossocial
Low social engagement
Pre-school
Psychosocial adjustment
Data: 2015
Editora: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Citação: Psicologia: Reflexão e Crítica, 28(1), 186-193
Resumo: O reduzido envolvimento social, aspeto central na defi nição da solidão social, foi analisado numa amostra de 337 crianças portuguesas (171 rapazes), com idades compreendidas entre os três e os cinco anos. Com base em metodologias de observação, realizadas em contexto de Jardim de infância, verifi cou-se que níveis reduzidos de envolvimento social estão negativamente associados a baixos níveis de competência social, de resiliência e de um elevado ego-controle. A aceitação pelos pares, o impacto e a preferência social, analisados com base nas medidas sociométricas, encontram-se, também, negativamente associados com os níveis de baixo envolvimento social. Os resultados refl etem as difi culdades de ajustamento psicossocial destas crianças e enfatizam o seu potencial risco para o desenvolvimento saudável.
ABSTRACT: Low social engagement, a central feature of the defi nition of solitude, was examined in a sample of 337 Portuguese children (171 boys), ages ranging between 3 and 5 years. Based on observation measures, collected in school settings, Low Social Engagement was negatively associated with a broad range of adaptive outcomes, including social competence, ego-resilience as well as higher levels of ego-undercontrol. Negative associations were also found with sociometric measures of peer acceptance, social impact and preference. The results refl ect these children’s diffi culties in the social domain and stress the potential risk factor of social solitude for their healthy development.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3380
DOI: 10.1590/1678-7153.201528120
ISSN: 0102-7972
Aparece nas colecções:PDES - Artigos em revistas internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PRC_28_186-193.pdf412,69 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.