Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/336
Título: Personalidade e estilos de vida nos bombeiros voluntários
Autor: Baptista, Célia Patricia da Mota
Orientador: Ribeiro, José Luís Pais
Palavras-chave: Psicologia da saúde
Estilos de vida
Stress
Estratégias de coping
Personalidade
NEO-PI-R
Instrumentos
Bombeiros
Health psychology
Lifestyles
Coping
Personality
Instruments
Firefighters
Data de Defesa: 2008
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: O principal objectivo deste estudo foi verificar se os Estilos de Vida estão relacionados com o tipo de Personalidade do indivíduo. Teve, ainda, como objectivos verificar se existem traços de Personalidade comuns aos Bombeiros e constatar se a presença de stress está relacionada com os Estilos de Vida adoptados. Pretende-se, ainda, relacionar os Estilos de Vida com algumas variáveis sócio-demográficas. Aprofundando o conhecimento nesta área de forma a ser possível criar um programa de promoção de saúde os Bombeiros da Zona Operacional de Leiria. Participaram 146 Bombeiros, com idades compreendidas entre os 17 e os 60 anos (44 do sexo feminino e 102 do sexo masculino), do distrito de Leiria. Foi encontrada uma correlação estatisticamente significativa entre os Estilos de Vida Parte I (factores de risco) e o Neuroticismo, o que sugere que estes sujeitos tendem a percepcionar um maior risco de desenvolver doenças, uma vez que apresentam valores mais elevados ao nível da preocupação, nervosismo, hipocondríacos e com respostas de coping desadequadas. Tendem a ser emocionalmente inseguros, manifestando, por vezes, sentimentos de incompetência. Deixam, também, transparecer tristeza, medo, embaraço, raiva e culpabilidade. Foi encontrado, também, uma correlação estatisticamente significativa entre os Estilos de Vida Parte I (factores de risco) e os Estilos de Vida Parte II (Stress), o que nos indica que quanto maior for o risco de desenvolver doenças maiores são os índices de stress. Verificou-se que os sujeitos apresentam elevados factores de risco para a sua saúde e que este factor vai aumentar a falta de controlo ao nível da percepção de stress. Pelo facto de se tratar de Bombeiros Voluntários, ainda se pode verificar o oposto, ou seja, como apresentam grandes níveis de stress estes sujeitos não se preocupam tanto com a sua saúde, mas sim com a saúde das outras pessoas.
Descrição: Dissertação de mestrado em Psicologia da Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/336
Aparece nas colecções:PSAU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM BAPT-C1.pdf4,8 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.