Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3349
Título: Delinquência juvenil no feminino : Um estudo comparativo de raparigas institucionalizadas
Autor: Pechorro, Pedro Fernandes dos Santos
Gama, Ana Paula
Guerreiro, Manuela
Maroco, João
Gonçalves, Rui Abrunhosa
Palavras-chave: Auto-estima
Comportamentos delinquentes
Delinquência juvenil feminina
Desejabilidade social
Problemas de comportamento
Traços psicopáticos
Behavior problems
Delinquent behaviors
Female juvenile delinquency
Psychopathic traits
Self-esteem
Social desirability
Data: 2013
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Análise Psicológica, 31, 283-294
Resumo: A presente investigação teve como objectivo analisar o papel desempenhado na delinquência juvenil feminina pelos constructos de traços psicopáticos, problemas de comportamento, comportamentos delinquentes e auto-estima. Recorrendo a 249 jovens do sexo feminino, subdivididas em grupo forense (n=93) e em grupo escolar (n=156), foram analisadas diferenças a nível de variáveis sócio-demográficas, traços psicopáticos, perturbação do comportamento, problemas de comportamento, comportamentos delituosos, auto-estima e desejabilidade social. Os resultados indicaram que as jovens do grupo forense apresentam valores significativamente mais elevados em traços psicopáticos, categoria psicopática, perturbação de comportamento, problemas de comportamento e comportamentos delituosos, mas não foram encontradas diferenças relativamente a auto-estima e desejabilidade social. Um modelo de regressão logística binária confirmou a importância dos traços psicopáticos e da categoria psicopática na predição de pertença das jovens aos grupos forense e escolar.
ABSTRACT: The objective of the present study was to analyze the role played by psychopathic traits, behavior problems, delinquent behaviors and self-esteem in female juvenile delinquency. With a total of 249 female participants, subdivided in forensic group (n=93) and school group (n=156), the results showed that youths from the forensic group scored higher on psychopathic traits, psychopathic taxon membership, conduct disorder, behavior problems and delinquent behaviors. No differences were found regarding self-esteem and social desirability. A binary logistic regression model confirmed the importance of psychopathic traits and psychopathy membership as predictor variables.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3349
DOI: 10.14417/S0870-8231201300030005
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AP_31_283-294.pdf84,16 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.