Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3320
Título: Crença no mundo justo e vitimização secundária : O papel do comportamento desviante na adolescência
Autor: Mendonça, Rita Duarte
Orientador: Pereira, Maria Gouveia
Palavras-chave: Crença no mundo justo
Vitimização secundária
Inocência da vítima
Comportamento desviante
Adolescência
Data de Defesa: 2014
Resumo: A investigação em Crença no Mundo Justo tem encontrado evidências de que um indivíduo se sente ameaçado quando observa uma vítima objectivamente inocente a sofrer, recorrendo frequentemente a estratégias de vitimização secundária para neutralizar a injustiça observada (Lerner, 1980). A literatura tem sistematicamente negligenciado o poder explicativo do comportamento desviante na adolescência nos processos de vitimização secundária. O presente estudo experimental pretende aferir o impacto do comportamento desviante adolescente, da crença no mundo justo e da percepção de inocência da vítima na vitimização secundária, nomeadamente percepção de justiça, merecimento da vítima, responsabilização da vítima versus agressor e minimização do sofrimento da vítima. Este estudo analisou ainda a relação entre comportamento desviante juvenil e identificação à vítima e à situação de vitimização, e a atribuição de responsabilidade à vítima e agressor. Contámos com uma amostra de 284 estudantes de escolas e de um Centro Educativo da área da Grande Lisboa com idades compreendidas entre os 13 e 20 anos de idade. Os resultados demonstram que jovens com mais comportamentos desviantes identificam-se menos com a vítima e consideram-se mais distantes da sua situação, atribuindo-lhe maior responsabilidade do que ao agressor. O efeito de interacção observado permite concluir que jovens com mais comportamentos desviantes, alta crença no mundo justo e na condição de vítima inocente vitimizaram significativamente mais a vítima, considerando-a numa situação mais justa, mais merecedora do assalto e minimizando mais o seu sofrimento. Não se encontraram efeitos de interacção significativos na atribuição de responsabilidade. Limitações e implicações práticas e teóricas deste estudo são debatidas.
ABSTRACT: Belief in a Just World research has found evidence that one feels threatened whenever witnesses an objectively innocent victim suffering, often resorting to strategies of secondary victimization in order to neutralize the observed injustice (Lerner, 1980). However, literature has systematically neglected the explanatory power of adolescent deviant behavior in the secondary victimization processes. This experimental study aims to determine the impact of the adolescents’ deviant behavior intensity, belief in a just world and victim’s innocence perception on secondary victimization, namely perception of justice, victim’s deservingness, victim’s and aggressor’s behavioral responsibility and minimization of victim’s suffering. Moreover, this study also sought to analyze the relation between juvenile deviant behavior, identification towards the victim and her situation, and assignments of responsibility towards the victim and the aggressor. Thus, we relied on a sample of 284 students from schools and an Educational Center in the area of Lisbon, aged between 13 and 20 years old. Results showed that juveniles who committed more deviant behaviors identified less with the victim and considered themselves more distant from the victimization situation, assigning more responsibility to the victim and less to the aggressor. The observed interaction effect allowed us to conclude that juveniles with more deviant behaviors, high belief in a just world and in the innocent victim condition victimized significantly more, considering the victim in a fairer situation, as more deserving of the robbery and minimizing her suffering more. Interaction effects regarding assignments of blame were not found. Limitations and theoretical and practical implications of this study are discussed.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicocriminologia apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3320
Designação: Mestrado em Psicocriminologia
Aparece nas colecções:PLEG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
21632.pdf1,5 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.