Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3313
Título: A escolha e o recovery dos participantes do programa Casas Primeiro
Autor: Silva, Ana Cristina Vieira da
Orientador: Ornelas, José H.
Palavras-chave: Escolha
Recovery
Housing First
Casas Primeiro
Choice
Data de Defesa: 2014
Resumo: Apesar das evidências que suportam a implementação do modelo Housing First (HF) enquanto linha de intervenção baseada no princípio da escolha do utilizador, que resolve a problemática das pessoas sem-abrigo com doença mental e uso de substâncias no que diz respeito à estabilidade habitacional, recovery e integração comunitária, não é ainda totalmente compreendido de que forma é que os mecanismos de intervenção do modelo interagem com os processos de recovery testemunhados pelos seus utilizadores. Este trabalho propõe-se a explorar, através de uma metodologia quantitativa, a associação entre a perceção de escolha e o recovery da doença mental dos participantes do programa Casas Primeiro. Através da análise de dados recolhidos por dois instrumentos destinados a medir a satisfação dos participantes com a escolha e os seus níveis de recovery, o presente trabalho conclui que existe uma associação significativa e positiva entre a perceção de escolha e o recovery da doença mental. As dimensões da confiança pessoal e esperança, e a confiança nos outros revelaram-se como sendo as esferas de recovery com uma associação mais intensa com a escolha, e a não dominação pelos sintomas foi a dimensão com menor manifestação de associação. Os resultados deste trabalho contribuem para as evidências do modelo HF enquanto intervenção eficaz e veículo de mudança transformativa numa população considerada de difícil acesso, demonstrando que o recovery pode ser maximizado por serviços que devolvam e empoderem a liberdade de escolha e o controlo dos seus utilizadores sobre a prioridade e a ordem dos apoios que estes consideram serem os mais importantes para si.
ABSTRACT: Despite the evidence supporting the Housing First model (HFM) as a consumer choice driven intervention which successfully addresses several aspects such as housing stability, recovery and community integration for homeless individuals with a dual diagnosis of serious mental illness (SMI) and substance misuse, further research is needed on how its intervention mechanisms shape and interact with the recovery processes testified by its consumers. This investigation takes on the task of assessing the association established between choice perception and recovery of the Casas Primeiro participants, using for this objective a quantitative method. Through the analysis of two instruments assessing choice perception and measuring recovery, this investigation found a significant and positive association between the perception of choice and SMI recovery. Personal confidence and hope, and reliance on others were the recovery dimensions found to have a more intense association with choice, whilst the no domination by symptoms dimension was the least affected by it. The results found assist the evidence regarding the success of the HFM addressing a difficult to reach population, demonstrating that recovery processes can be maximized through services that empower their consumers by allowing them to choose and control the priority and order of the support services they receive.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3313
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
11428.pdf2,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.