Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3305
Título: Que idade tem o trabalhador mais velho? Um contributo para a definição do conceito de trabalhador mais velho
Autor: Fula, António
Amaral, Virgílio Ribeiro
Abrãao, Ana
Palavras-chave: Etarismo
Idade
Trabalhador mais velho
Age
Ageism
Older worker
Data: 2012
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Análise Psicológica, 30, 285-300
Resumo: Este estudo procura contribuir para a definição do conceito de trabalhador mais velho, através da identificação das idades que definem esta fase da vida. Explora ainda a possibilidade de este conceito ser definido com recurso a uma linha imaginária que recuará no tempo de modo a proteger a auto- -estima e auto-imagem positiva. Participaram neste estudo 177 pessoas, com idades compreendidas entre os 17 e os 76 anos. A idade do trabalhador mais velho foi concebida como um intervalo, em que o limite inferior e superior foi aferido através de um questionário desenvolvido para o efeito. Os resultados apontam para que o trabalhador mais velho seja uma pessoa entre os 53 e os 65 anos de idade, sendo que essa categoria é atribuída a pessoas que se encontram numa fase transitória, perto do final da sua vida activa e da entrada na reforma. Os resultados mostram, por um lado uma correlação positiva baixa entre a idade dos participantes e o limite inferior da idade do “trabalhador mais velho”, e por outro, uma correlação negativa baixa entre a idade dos participantes e a amplitude do intervalo. Estes resultados sugerem que idade de entrada na categoria de trabalhador mais velho é definida por uma linha imaginária que vai recuando mediante o avanço da idade de quem a atribui.
ABSTRACT: The present study aims to contribute in the definition of older worker concept, through the identification of the ages that define this life’s stage. It also explores the possibility of defining this concept using an imaginary line that draws back through time, in order to protect self-esteem and a positive self-image. A sample of 177 persons participated in the present study, with ages between 17 and 76 years old. The older worker’s age was defined as an interval, whose limits were found using a questionnaire specially developed. The findings suggest that the “older worker” has between 53 and 65 years of age, and it is pointed to people that are in a transitory phase: close to end their active life and entering retirement. The results show, in one hand, a small positive correlation between participant’s age and the lower limit of “older worker”, and, on the other hand, a small negative correlation between participant’s age and the interval’s range. The results are consistent with the idea of an imaginary line that draws back through time, as the person gets older.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3305
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PORG - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AP_30_285-300.pdf89,96 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.