Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/327
Título: O cuidado de si: A relação de ajuda promotora de qualidade de vida dos enfermeiros
Autor: Azevedo, Maria Manuela Gonçalves de
Palavras-chave: Fenomenologia
Psicoterapia
Qualidade de vida
Enfermeiros
Terapia centrada no cliente
Cuidado de si
Entrevista
Phenomenology
Quality of life
Psychotherapy
Nurses
Client centered therapy
Self care skills
Interview
Data de Defesa: 2008
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: O objectivo deste estudo qualitativo foi compreender a experiência vivida dos enfermeiros no âmbito da prestação de cuidados na comunidade e identificar estratégias promotoras de saúde deste grupo profissional, e a partir delas descrever a estrutura de uma relação de ajuda na perspectiva dos enfermeiros. A amostra, intencional de voluntários, foi constituída por 7 enfermeiros, a quem, através de entrevista não estruturada, foi pedida a descrição de situações da sua prática profissional percebidas como impulsionadoras de uma relação de ajuda. Utilizando-se o método de análise fenomenológica de Giorgi (1985, 1997, 2000) salientaram-se nos resultados dois temas major: "penosidade do exercício profissional" e "significações de relação de ajuda", enquadrando-se neste último as dimensões "relação de ajuda/relação aidante dirigida aos utentes" e "relação de ajuda dirigida aos enfermeiros". Estes temas permitiram aceder a uma maior compreensão do significado de uma relação de ajuda construída no espaço do encontro enfermeiro-utente e no espaço da relação com os pares e outros profissionais, enraizando-se o significado da sua importância e utilidade na penosidade do exercício profissional dos enfermeiros, relacionada com as condições de trabalho e a organização do trabalho. A descrição estrutural de uma relação de ajuda - como estratégia promotora de saúde e qualidade de vida dos enfermeiros - parece apontar no sentido de a relação de ajuda estar intimamente ligada com a comunicação, caracterizada através da atitude de escuta activa e da possibilidade de expressão e de partilha de emoções e sentimentos no seio de um espaço privilegiado, o da equipa de pares ou da equipa multiprofissional, funcionando como grupo de suporte ou de auto-ajuda.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/327
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM AZEV-M1.pdf7,35 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.