Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3218
Título: “Parentalidade minimamente adequada” : Contributos para a operacionalização do conceito
Autor: Pereira, Dora Isabel Fialho
Alarcão, Madalena
Palavras-chave: Parentalidade minimamente adequada
Avaliação
Risco
Norma
Análise de conteúdo
Minimally adequate parenting
Assessment
Risk
Norm
Content analysis
Data: 2014
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Citação: Análise Psicológica, 32, 157-171
Resumo: Apontado na literatura como um conceito de referência nas avaliações da parentalidade, a “parentalidade minimamente adequada” está, contudo, insuficientemente refletida e operacionalizada. Este artigo procura abrir essa discussão, a partir da apresentação e discussão dos resultados de três focus group (FG) de profissionais, das áreas social, judicial e académica, aos quais foi diretamente colocada a seguinte questão: o que é e quais são os indicadores de “parentalidade minimamente adequada”? O conteúdo das discussões foi analisado utilizando o software QSRnVivo 8. As categorias de conteúdo apontam para indicadores qualitativos de parentalidade mínima, distribuídos por diferentes níveis ecológicos (indivíduo, microssistema e contexto social). É também referida a impossibilidade de se alcançar uma formulação universal do que constitui uma “parentalidade minimamente adequada” e de se utilizar apenas um tipo de indicadores para a caracterizar. Com base nos contributos deste estudo é proposta uma matriz tridimensional de operacionalização do conceito.
ABSTRACT: Minimally adequate parenting is still not enough discussed and translated in indicators for parenting assessments, in despite being a concept far reported in the literature. This article enlarges that discussion from the presentation and analysis of three focus groups (FG) results, professionals from social work, courts and research that answered the question: what is and what are the minimally adequate parenting indicators? Discussions ‘content was analysed with QSRnVivo8 software. Content categories point to minimally adequate parenting’ qualitative indicators, distributed through different ecological levels (individual, microsystem, social context). It’s also noted that is not possible to use just one kind of indicators or to reach a universal formula of minimally adequate parenting. Based on this study contributions is proposed a three-dimensional matrix to translate this concept into case specific indicators.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3218
DOI: 10.14417/ap.721
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PDES - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2014_2_157.pdf5,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.