Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3200
Título: O tema do «Homem Novo» no discurso pedagógico de João de Barros : Subsídios para uma mitanálise em educação
Autor: Araújo, Alberto Filipe de Abreu
Palavras-chave: Mito
Ideologia
João de Barros
Arquétipo
Mitanálise
Republicanismo
Homem novo
Myth
Ideology
Archetype
Mythanalysis
Republicanism
New man
Data: 1996
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Análise Psicológica, 14, 465-477
Resumo: O texto agora apresentado, baseado na nossa tese de doutoramento O «Homem Novo» no Discurso Pedagógico de João de Barros, tem a sua origem quer nas preocupações interdisciplinares do Centre de Recherche sur L’Imaginaire (CRI – Grenoble, França) em torno da problemática mito-simbólica, quer na importância que o tema do «homem novo» assume na ideologia republicana portuguesa e, muito particularmente, no pensamento pedagogico de João de Barros. Desta conjunção resultam condições propícias para que se fizesse um estudo sobre a relação mito-ideologia (as estruturas míticas fundantes do tema do «homem novo » por um lado, e a ideologia republicana pedagógica por outro) centrado sobretudo nos textos pedagógicos de Barros, não descurando, contudo, os textos pedagógicos de base da República (1910-1926), entre os quais as Reformas Republicanas sobre o ensino, os Congressos Pedagógicos, entre outros. A fim de detectarmos os traços míticos configurantes do tema do «homem novo», no interior do discurso pedagógico do autor da Educação Republicana, tratamos, na primeira parte, do tema do «homem novo» com arquétipo que lhe corresponde. Na segunda parte tratamos da aplicação mitanalítica aos textos de João de Barros e ao contexto republicano. Desta aplicação, ficamos a saber qual perfil do «homem novo» que povoa as estruturas mentais e culturais dos homens da I República e, com especial relevo, para o nosso autor, além de ficarmos a conhecer os traços míticos que mergulham as suas raízes no fundo mítico configurado pelos mitos de Prometeu e do Andrógino.
ABSTRACT: This paper, based on my Ph.D. thesis entitled The «New man» in the Pedagogical Discourse of João de Barros, can be traced back to two main sources: first, the interdisciplinary approach to the mythe-symbolic problem which the Centre de Recherche sur L’ Imaginaire (CRI – Grenoble, France) has carried out, and, second, the importance given to the «new man» theme by the Portuguese republican ideology and by João de Barros. This is therefore a study of the connection between myth and ideology taking as a point of departure both Barros’s and the Republic’s (1910-1926) pedagogical works. Among the latter are the texts about the Republican Reformations of Teaching and the Pedagogical Conferences. So as to detect the mythical traces which the «new man» theme in the pedagogical discourse of the author of Educação Republicana, I will in the first section, deal with the «new man» theme and its corresponding archetype. In the second section, I will carry out a myth-analytical analysis of the texts by João de Barros and of the republican context. Therefore I will outline the profile of the «new man» which occupies the mental and cultural structures of the 1st Republic and, likewise, of the author under focus. I will also poit out that this «new man» derives from a mythical background formed by Prometheus and Androgynous.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3200
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PEDU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AP_1996_4_465.pdf63,72 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.