Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3116
Título: Intervenção multifamiliar com adolescentes com alterações de comportamento : Proposta de um programa de intervenção
Outros títulos: Family and multifamily intervention with adolescents with behavior canges : A Proposal of an intervention program, based on a pilot study
Autor: Patrão, Ivone Alexandra Martins
Rita, Joana Santos
Palavras-chave: Intervenção multifamiliar
Adolescentes
Alterações de comportamento
Multifamily intervention
Adolescents
Behaviour problems
Data: 2013
Editora: PsychOpen
Citação: Psychology, Community & Health, 2(3), 334-345
Resumo: Objetivo: Na adolescência, as alterações de comportamento e as dificuldades de gestão das mesmas por parte de pais e professores, surgem como um dos motivos mais frequentes de referenciação para serviços de cuidados de saúde primários (CSP) e de saúde mental. Numa perspetiva sistémica, pretende-se apresentar um programa de intervenção familiar e multifamiliar com famílias e adolescentes com alterações de comportamento (que não preenchem a totalidade dos critérios de diagnóstico de perturbação do comportamento), com base nos resultados de uma intervenção-piloto, desenvolvida no contexto dos CSP. Método: Trata-se de um estudo retrospetivo, que recorreu a procedimentos de análise documental dos registos de dois focos de intervenção: um grupo de adolescentes (N = 8) com idades entre os 13 e os 16 anos (M = 14.5; DP = 0.93) e um grupo com os respetivos pais (N = 16) (mãe: M = 45.6; DP = 6.97; pai: M = 47.9; DP = 6.83). Resultados: A intervenção com adolescentes e famílias, em associação, mostrou ganhos terapêuticos na totalidade da amostra (100%), nomeadamente ao nível da minimização das alterações de comportamento em casa e na escola, da desmedicalização e do sucesso escolar. Conclusão: O programa de intervenção familiar e multifamiliar com adolescentes apresenta-se como uma modalidade de ajuda eficaz, combinando resultados terapêuticos e rentabilização de recursos.
ABSTRACT: Aim: In adolescence, behaviour problems and the difficulties of managing them by parents and teachers emerge as two of the most frequent referral reasons to primary health care (PHC) and mental health services. Adopting a systemic perspective, we intend to present a program of family and multifamily intervention, with families and adolescents (who present behaviour problems which do not fulfil diagnostic criteria for behaviour disorder or oppositional defiant disorder), based on the results of a pilot intervention carried out in PHC. Method: This is a retrospective study that resorted to documental records analysis procedures of two types of intervention: a group of adolescents (N = 8) aged between 13 and 16 years old (M = 14.5, SD = 0.93) and a group of their parents (N = 16) (mother: M = 45.6, SD = 6.97; father: M = 47.9, SD = 6.83). Results: The interventions with adolescents and families, in combination, have shown therapeutic gains in the whole sample (100%), particularly in terms of decreasing behaviour problems at home and at school, cessation of pharmacological therapy and academic achievement. Conclusion: The program of family and multifamily intervention appears itself as an effective helping approach, matching therapeutic results and profitability of resources.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3116
DOI: 10.5964/pch.v2i3.68
ISSN: 2182-438X
Aparece nas colecções:UIPS - Artigos em revistas internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PCH_2013_2(3)_334.pdf391,44 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.