Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/3011
Título: Using multiple paradigms in organizational research: First results
Autor: Hassard, John
Data: 1993
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Citação: Análise Psicológica, 1993, 2 (XI), 223-236
Resumo: Tendo por base a distinto de paradigmas sociológicos realizada por Burrell e Morgan (1974) procurou-se, neste artigo, estudar a organização do trabalho no serviço de Bombeiros. OS dados referem-se a uma investigação exploratoria, de caracter funcionalista, das caracteristicas das funções e da motivação para o trabalho. Na medida da motivação potencial do trabalho foi utilizada a J. D. S. de Hackmen e Oldham (1976, 1980) tendo-se recolhido dados junto de 93 indivíduos de idades e tempo de serviço diferenciados por três níveis. Apesar do resultado da motivação e do potencial para o trabalho se situar a um nível inferior a norma para os EUA, os trabalhadores descrevem o seu trabalho como contendo aspectos motivadores. Observa-se, por km, um decréscimo na motivação e na satisfação com a idade e o tempo de service, nomeadamente nas escalas de identidade da tarefa, autonomia e feedback. Por fim, a análise das intercorrelações revela efeitos não previstos no modelo.
The paper outlines a study examining Fire Service work organization from positions consistent with Burrell and Morgan’s (1979) four sociological paradigms (functionalist; interpretive; radical humanist: radical structuralist). Data are given from an exploratory functionalist,) investigation of job characteristics and work motivation. Here the Job Diagnostic Survey (Hackman and Oldham 1976., 1980) is used to assess the work’s motivating; potential, results being presented both for the sample (N=93) in general, and for three groups of firemen differentiated by age and length of service. Although the overall ((motivational potential score,) is below the United States crAll-Jobs), norm, firemen report generally high motivation characteristics in their work. In comparing groups, a consistent pattern is found whereby scores for both motivation and satisfaction decrease with age and length of service. For this trend, Analysis of Variance finds statistically significant results for 8 of the model’s 19 scales: notable here are group differences for task identity, autonomy and feedback. Finally, analysis of scale intercorrelations reveals several relationships not hipothesised in the model. The direction of further paradigm studies is outlined.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/3011
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PORG - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1993_2_223.pdf1,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.