Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2987
Título: How do families of adolescents with suicidal ideation behave?
Autor: Pereira, Maria Gouveia
Abreu, Sónia Alexandra Rodrigues
Martins, Cláudia
Palavras-chave: Adolescence
Life cycle
Cohesion and family adaptability
Suicidal ideation
Adolescência
Ciclo de vida
Coesão e adaptabilidade familiar
Ideação suicida
Data: 2014
Editora: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Citação: Psicologia: Reflexão e Crítica, 27, 171-178
Resumo: The purpose of this study is to analyze how family systems infl uence adolescents’ suicidal ideation. The participants were 534 adolescents (51.1% female and 48.9% male), with ages ranging from 14 to 18 years (M=16.18; SD=1.14). The instruments used were the following: Family Adaptability and Cohesion Evaluation Scale, Psychological Separation Inventory and Questionnaire of Suicidal Ideation. Results have shown that adolescents with higher suicidal ideation belong to the so-called unbalanced families (with low cohesion and fl exibility) and have a confl ictual dependence to their parents. On the other hand, adolescents that belong to balanced families revealed lower suicidal ideation. In conclusion, the family’s cohesion and fl exibility are protective factors against adolescents’ suicidal ideation.
ABSTRACT: O objetivo deste estudo é analisar de que forma o funcionamento familiar infl uencia a ideação suicida na adolescência. Para tal, analisámos a coesão e adaptabilidade familiar, assim como a independência confl itual. Participaram neste estudo 534 adolescentes (51,1% raparigas e 48,9% rapazes), com idades compreendidas entre 14 e 18 anos (M=16,18; DP=1,14). Os instrumentos utilizados foram: Escala de Adaptabilidade e Coesão Familiar; Inventário Separação Psicológica e Questionário Ideação Suicida. Os resultados mostraram que os adolescentes com maior ideação suicida pertencem a famílias desequilibradas (coesão e adaptabilidade baixa) e têm uma forte dependência confl itual a ambos os pais. Os adolescentes pertencentes a famílias equilibradas revelaram menor ideação suicida. A coesão e a capacidade adaptativa da família são fatores protetores da ideação suicida.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2987
DOI: 10.1590/S0102-79722014000100019
ISSN: 0102-7972
Aparece nas colecções:UIPCDE - Artigos em revistas internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PRC_27_171-178.pdf413,18 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.