Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/298
Título: Abordagens ao resumo escrito na presença e ausência do texto
Autor: Alves, Ana Catarina Pedro
Orientador: Martins, Margarida Alves
Palavras-chave: Psicologia educacional
Aprendizagem
Estratégias
Compreensão
Leitura
Contexto
Estudos de aprendizagem
Educational psychology
Learning
Strategies
Comprehension
Reading
Learning styles
Instruments
Data de Defesa: 2002
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Este trabalho investiga o papel que as abordagens à aprendizagem desempenham na realização de resumos escritos em duas condições distintas: na presença do texto e na ausência do texto. Partindo dos pressupostos teóricos defendidos por Biggs (1993) na explicação do processo de aprendizagem dos alunos e das investigações conduzidas por Kirby, na década de 90, sobre o resumo escrito - este trabalho desenvolveu-se em dois momentos: i) identificação do tipo de abordagem à aprendizagem adoptada pelos alunos adultos que frequentam o Ensino Secundário Recorrente a Distância no CNED, através da aplicação de uma adaptação realizada por Rosário (1998) do Learning Process Questionnaire desenvolvido por Biggs em 1987; ii) realização do resumo escrito nas condições de texto ausente e texto presente por 30 alunos, dos quais 15 adoptam uma abordagem superficial e os restantes uma abordagem profunda da aprendizagem. Prevê-se que os alunos adoptem estratégias de aprendizagem congruentes com o seu tipo de motivação para aprender e que existam diferenças significativas entre os dois grupos de alunos -superficiais e profundos – em relação ao desempenho académico e na realização dos resumos nas duas condições atrás citadas. Os resultados demonstram que os alunos do CNED adoptam estratégias de aprendizagem congruentes com a sua motivação. Verificou-se que 80% desta população de alunos adopta uma abordagem à aprendizagem profunda e os restantes uma abordagem superficial. Apesar das diferenças observadas entre estes dois grupos não serem significativas, os resultados vão no sentido das hipóteses, i.e., os alunos profundos obtém melhores desempenhos que os superficiais: quer a nível académico quer na tarefa do resumo escrito. No que respeita à condição de realização do resumo, constatou-se que, contrariamente ao que se previa, na condição de texto ausente os alunos profundos baixam o seu desempenho enquanto que os alunos superficiais conseguem melhores resultados.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacion
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/298
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM ALVE-A1.pdf5,92 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.