Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2947
Título: Mecanismos psicológicos de adaptação à infecção pelo vírus de imunodeficiência humana adquirida
Autor: Figueira, Maria Luísa
Data: 1992
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Análise Psicológica, 19(2), 159-173
Resumo: O presente trabalho é um aspecto parcial da experiência de coordenação de uma equipa de Saúde Mental de apoio psiquiátrico a doentes infectados com o vírus HIV, no Serviço de Doenças Infecto-contagiosas do Hospital de Santa Maria (Director: Prof. Carvalho Araújo e Prof. Francisco Antunes). A uma amostra de 123 doentes (110 homens e 13 mulheres) seropositivos e com o síndrome de de imunodeficiência adquirida foi aplicado um inventário psicológico que visa avaliar os modos de lidar com a doença (Mecanismos de «coping»), e escalas de avaliação de perturbação psicopatológica (escala de depressão de Beck e escala AMDP condensada em itens psicopatológicos). O estudo das médias das respostas e a análise da variância (MULTINOVA, SPASS) revelaram diferenças significativas entre as sub-amostras (sujeitos seropositivos HIV e doentes com SIDA) no que se refere aos mecanismos de «coping» e ao padrão de perturbação emocional. As relações entre os mecanismos de «coping» e a perturbação emocional são analisadas com um modelo de correlação. Finalmente é apresentado, em síntese, um programa de aconselhamento psicológico aos seropositivos.
ABSTRACT: This study concerns part of the experience in coordinating a team for psychiatric help of HIV infected patients of the Department of Infectocontagious Diseases of Hospital Santa Maria (Head of Department: Professors Carvalho Araújo and Francisco Antunes). A sample of 123 seropositive AIDS patients (110 Males and 13 Females) was psychological assessed in relation to different ways of coping with the disease. Scales for evaluating psychopathological disturbances were also used (Beck’s scale for depression and AMDP system of psychopathological items). The observation of mean answers and the analysis of variance (MULTINOVA, SPSS) has shown significant differences between the two sub-samples (seropositive subjects and AIDS patients), concerning both coping mechanisms and emotional disturbance. A correiation model was used in order to analyse the reiations between ways of coping and psychopathological symptoms. A synthesis of a counselling programme for the seropositive subjects is also presented.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2947
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1992_2_159.pdf1,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.