Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2944
Título: Conceptualizações sobre linguagem escrita: Percursos de investigação
Autor: Martins, Margarida Alves
Mata, Maria de Lourdes Estorninho Neves
Silva, Cristina
Palavras-chave: Conceptualizações
Literacia familiar
Programas de escrita
Idade pré-escolar
Conceptualizations,
Family literacy
Writing programmes
Preschool-age
Data: 2014
Editora: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Citação: Análise Psicológica, 23(2), 2014, 135-143
Resumo: Neste artigo é feita uma revisão de um conjunto de estudos sobre a escrita infantil antes do ensino formal e sobre a literacia familiar. O ponto de vista estrutural de Ferreiro (1988) de que as crianças pré-escolares evoluem linearmente de uma 1ª fase em que as escritas não têm em conta aspectos linguísticos até uma última fase de escritas alfabéticas, é contrariado por estudos que demonstram a heterogeneidade dos percursos infantis até à compreensão do princípio alfabético. Em relação à literacia familiar, é realçada a heterogeneidade das práticas familiares e da sua frequência, a qual estará associada às diferentes concepções sobre o papel dos pais no desenvolvimento da literacia dos filhos, sendo demonstrada a importância da leitura de histórias para o desenvolvimento das competências de literacia. São ainda apresentados um conjunto de estudos com programas de escrita que visam melhorar a qualidade das escritas de crianças de idade pré-escolar. Estes programas, aplicados individualmente ou em grupo, demonstraram que as crianças dos grupos experimentais, no pós-teste, passam a utilizar na sua escrita mais letras convencionais e transferem os conhecimentos adquiridos para a leitura de palavras. Para além disso, estes programas conduzem a progressos na consciência fonológica, em particular na consciência fonémica.
ABSTRACT: This article reviews a number of studies on children’s writing prior to formal education and on family literacy. The structural point of view of Ferreiro (1988) that preschool children’s writing evolves in a linear way from a first phase where writing does not take linguistic segments into account to a last phase of alphabetic writing, is contradicted by studies that show the heterogeneity of children’s paths towards the understanding of the alphabetic principle. Regarding family literacy, the article highlights the heterogeneity of family practices and of their frequency, heterogeneity that is linked to different conceptions of the role of parents in children’s literacy development. These studies show the importance of story reading for the development of children’s literacy skills. The article also presents a set of studies in which writing programmes were developed with preschool-age children to improve the quality of their writing. These programmes, applied individually or in groups, demonstrated that, at the post-test moment, children are able to use more correct letters in their writing and that they transfer these skills to word reading. In addition, these programmes lead to progress in phonological awareness, particularly in phonemic awareness.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2944
DOI: 10.14417/ap.841
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PEDU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
APv32n3p135.pdf177,1 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.