Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2852
Título: Bullying: a importância das atitudes dos professores no desenvolvimento de comportamentos vitimizantes ou agressivos em adolescentes
Autor: Sangalhos, Tânia Sofia dos Santos
Orientador: Leal, Isabel Pereira
Gouveia, Patrícia Andreia Gonçalves
Palavras-chave: Bullying
Adolescentes
Professores
Bullying
Adolescent
Teacher
Data de Defesa: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: O papel do professor e o conhecimento que este tem acerca do bullying nas escolas ainda é um ponto pouco estudado. Segundo alguns estudos as crianças têm receio em contar aos professores os comportamentos violentos que se sucedem nas escolas, o que acaba por ter repercussões nas mesmas. Este estudo tem como principal objetivo analisar os comportamentos de bullying nos adolescentes e aceder às atitudes dos professores perante situações de bullying. Participaram 537 sujeitos da Escola Secundária Emídio Navarro; 498 alunos com idades compreendidas entre os 12 e os 21 anos (M= 15), e 37 professores entre os 40 e os 60 anos (M = 50). Os estudantes preencheram um Questionário Sociodemográfico; a “Escala de Auto-avaliação da Agressão - EAAA” (Little, T. D., Jones, S. M., Henrich, C. C., & Hawley, P. H., 2003, versão experimental da adaptação portuguesa de Gouveia, Leal, Cardoso, Sangalhos & Nunes 2013), e a Escala de Agressão e Violência Escolar (AVE, Piñuel, I. & Oñate, A., 2006, versão experimental da adaptação portuguesa de Gouveia & Neves, 2011). Os professores preencheram o “Questionário de avaliação das respostas dos professores ao bullying” (Bush, M. D., 2009, versão traduzida por Gouveia, Leal & Cardoso, 2011). Os resultados dos professores apontam para fraca percepção do bullying. Quanto aos resultados dos adolescentes, são sugestivos que a prática de bullying nesta escola é acentuada.
The teacher’s role and they’re knowledge about bullying in schools is still a point understudied. According to some studies, children are afraid to tell the teachers, the violent behavior in schools that succeed, over and over, which ultimately have an impact on them. This study aims to analyze the bullying behaviors in adolescents and access to teachers’ attitudes towards bullying situations. 537 subjects participated High School Emidio Navarro: 498 pupils aged between 12 and 21 years (M= 15), and 39 teachers between 40 and 60 years (M= 50). Students completed a sociodemographic questionnaire, the Self-Assessment Scale of Aggression - EAAA " (Little, TD, Jones, SM, Henrich, CC, & Hawley, PH 2003, trial version of the Portuguese adaptation of Gouveia , Leal, Cardoso, Sangalhos & Nunes 2011) , and the Scale of School Violence and Aggression (AVE, Piñuel, I. & Oñate, A., 2006 , trial version of the Portuguese adaptation of Gouveia & Neves, 2011). The teachers filled out the " Questionnaire for the evaluation of teachers' responses to bullying " (Bush, MD, 2009 translated version Gouveia, Leal & Cardoso, 2011). The results point to weak perception of bullying by teachers. Regarding the results of adolescents, are suggestive that the practice of bullying at this school is accentuated.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2852
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
17933.pdf1,33 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.