Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2834
Título: Variáveis psicossociais em mulheres com cancro da mama: Estudo das relações entre imagem corporal, coping e perceção de doença
Autor: Santos, Cláudia Sofia Rosa
Orientador: Leal, Isabel Pereira
Ramos, Catarina
Palavras-chave: Cancro de mama
Imagem corporal
Coping
Perceção da doença
Breast cancer
Body image
Coping
Illness perception
Data de Defesa: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Introdução: O cancro da mama, em Portugal, representa cerca de 4500 novos casos por ano. As perceções e as atitudes individuais sobre o próprio corpo e sobre a aparência são particularmente afetadas, traduzindo-se em alterações na imagem corporal. Objetivos: No presente estudo pretende-se avaliar a imagem corporal em mulheres com cancro da mama, bem como a relação deste conceito com a perceção da doença e as estratégias de coping utilizadas no ajustamento psicossocial à doença. Este estudo é pertinente devido a não existirem estudos que reúnem as três variáveis. Método: Utilizou-se uma metodologia descritiva e comparativa numa amostra constituída por 68 mulheres portuguesas em tratamento sistémico, utentes do Hospital de Dia do Hospital São Francisco Xavier, Lisboa e no Centro de Saúde de Salvaterra de Magos. Foram utilizados os seguintes instrumentos de avaliação: A Escala da Imagem Corporal (BIS), a Escala de Ajustamento Mental ao Cancro (Mini-Mac) e o Questionário da Perceção de Doença Reduzido (IPQ-Brief). Resultados: As mulheres com uma pior imagem corporal utilizam estratégias de coping focadas na emoção. Por outro lado, as mulheres que utilizam estratégias de coping focada no problema têm uma boa avaliação do corpo mórbido. As mulheres que utilizam estratégias de coping focadas no problema utilizam representações cognitivas e as mulheres que utilizam estratégias de coping focadas na emoção utilizam representações emocionais. As mulheres com uma imagem corporal positiva utilizam representações emocionais. Conclusão: Os resultados contribuírem para um melhor conhecimento das implicações do cancro da mama nas três variáveis.
ABSTRACT: Introduction: Breast cancer represents over 4500 new cases per year, in Portugal. The individual perceptions and attitudes about the own body and about appearance are particularly affected, resulting in changes in the body image. Objectives: The present study aims to measure the body image on women that suffer with breast cancer, as well as the relationship of this concept with the perception of the disease itself and coping strategies used in psychosocial adjustment to the disease. This study is relevant because there are no studies that meet the three variables. Method: We used a descriptive methodology and a comparative sample of 68 Portuguese women; users of the Hospital de Dia do Hospital São Francisco Xavier, Lisbon and Health Center of Salvaterra de Magos. We used the following assessment tools: The Body Image Scale (BIS), the Scale of Mental Adjustment to Cancer (Mini Mac) and the Questionnaire of Perception of Illness Reduced (Brief-IPQ). Results: Women with a poorer body image using coping strategies focused on emotion. On the other hand, women who use coping strategies focused on the problem have a good evaluation of the body morbid. Women using coping strategies focused on problem using cognitive representations and women who use coping strategies focused on emotion using emotional representations. Women with a positive body image use emotional representations. Conclusion: The results contribute to a better understanding of the breast cancer implications in three variables.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2834
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15447.pdf1,15 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.