Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/283
Título: Identificações na latência: As relações de / com objectos - o método c.a.t.
Autor: Aleixo, Teresa A.
Orientador: Marques, Maria Emília
Palavras-chave: Perturbações psicológicas e físicas
Data de Defesa: 1999
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: O objectivo deste trabalho é estudar a natureza dos processos de transformação das imagos parentais na latência e os reajustamentos psíquicos daí decorrentes, na constituição e construção do ser em desenvolvimento. A percepção das imagos parentais é apreendida a partir dos dados obtidos pela administração da prova projectiva C.A.T. a 30 crianças "normativas", das quais 15 são rapazes e 15 são raparigas, com idades compreendidas entre os 6 e os 10 anos. O nosso estudo mostra que o processo de construção da expansão e autonomia - processo que caracteriza a latência -, se desenvolve em estreita ligação com os objectos parentais, objectos que5 no decurso da latência, se (des)mitificam e (des)mistificam, isto é, se humanizam e interiorizam com novas qualidades e atributos, encontrando-se a expressão deste processo diferente nos dois grupos. Os resultados mostram também que, no decorrer da transformação da relação com os objectos parentais, nunca se vivenciam sentimentos de perda (do amor dos pais) mas antes, evolução relacional. É esta evolução que firma e alarga as vias para as relações com objectos extra-familiares, o que implica conciliar e integrar as diferenças de sexo e de geração, conciliando e integrando ainda os modelos do passado nos modelos do presente. Foi, assim, possível concluir que estes diversos movimentos - movimentos que se interpenetram, imbricam, conjugam, unem e integram uns nos outros -, só foram possíveis de realizar devido a previamente se ter estabelecido uma activa e consistente vinculação com os pais, vinculação que abriu as vias ao desenvolvimento de processos diversos e complexos, processos que culminaram na formação e firmação, no final da latência, de uma relação de cooperação.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/283
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM ALEI-T1.pdf13,43 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.