Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2814
Título: Práticas de auto-cuidado e percepção de stress em estagiários de psicologia
Autor: Novais, Daniel Henrique Rangel de Queiroz
Orientador: Patrão, Ivone Alexandra Martins
Palavras-chave: Auto-cuidado
Stress
Psicologia
Estagiários
Self-care
Stress
Psychology
Interns
Data de Defesa: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Na sua profissão, psicólogos dedicam-se a ajudar os seus clientes, de forma a que estes consigam utilizar os seus próprios recursos para lidar com as adversidades das suas experiências. No entanto, para cuidar do outro, tanto profissionais como alunos precisam de cuidar de si mesmos, de forma a minimizar as consequências negativas da prática de psicologia na sua competência e na sua vida privada. Práticas de auto-cuidado estão associadas a um aumento de bem-estar físico e emocional e a uma menor percepção de stress. O presente estudo verificou de que forma práticas de auto-cuidado como a higiene do sono, actividade física, mindfulness e suporte social estão associadas à percepção do stress, quer em estudantes finalistas do mestrado de psicologia como em psicólogos a iniciar a sua carreira. Para tal, aplicou-se a 113 estagiários (43 curriculares e 70 profissionais), o Internacional Physical Activity Questionnaire (2003), o Escala de Stresse Percepcionado (PSS-10) (2010), a Escala Multidimensional de Suporte Social Percebido (2011), a Philadelphia Mindfulness Scale (2008) e o Sleep Hygiene Index (2006), tendo-se traduzido estes dois últimos instrumentos para se prodecer à sua utilização. Verificou-se uma associação estatisticamente significativa nos resultados da higiene do sono (β=0,28, p<0,05) e do suporte social (β=-0,33, p<0,05) nos estagiários profissionais. A continuação desta linha de investigação é necessária para esclarecer que práticas de autocuidado estão associadas à menores índices de percepção de stress, para que se possam implementar programas de práticas de auto-cuidado com estudantes e profissionais de psicologia, de forma a que estes se tornem mais capazes de lidar com as adversidades da profissão.
ABSTRACT: In their work, psychologists dedicate themselves in helping their clients, so they can use their own resources in order to cope with their lives’ adversities; however, in order to take care of other people, professionals as well as students need to take care of themselves, so they can minimize the negative consequences of their practice in their performance. Self-care practices are associated with an increase of physical and emotional well-being e less perceived stress levels. The present study examined the association between sleep hygiene, physical activity, mindfulness and social support and perceived stress levels in psychology graduate students and young professionals presently attending internships. 113 interns (43 graduate students and 70 professionals) were evaluated through the International Physical Activity Questionnaire (2003), the Perceived Stress Scale (PSS-10) (2010), the Multidimensional Scale of Perceived Social Support (2011), the Philadelphia Mindfulness Scale (2008) and the Sleep Hygiene Index (2006), the latter two translated in the course of this study. Our results only showed a weak correlation between sleep hygiene (β=0,28, p<0,05), total social support (β=-0,33, p<0,05) and lower levels of perceived stress in professional interns. Further studies to broaden the knowledge in this field are necessary, so self-care practices can be implemented in training.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2814
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
13235.pdf1,62 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.