Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/280
Título: Análise da organização do comportamento social de um grupo de crianças em meio pré-escolar: Estruturas afiliativa, de dominância e de atenção social
Autor: Alcobia, Palmira Jorge
Orientador: Santos, António José
Palavras-chave: Etologia
Data de Defesa: 1996
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: O presente trabalho tem como objectivo aprofundar o estudo da organização social, no sentido de compreender como se coordenam as estruturas base que a formam. Neste sentido, fomos estudar a organização social de um grupo de crianças em idade preescolar (N=24). Para o efeito registaram-se três categorias de comportamento, Afiliativo, através do registo da proximidade em relação ao vizinho mais próximo; de Dominância, através de registo de comportamentos agonisticos; e de Atenção, através do registo da direcção dos olhares. Os resultados obtidos revelam-nos que todas as estruturas se demarcam entre si após um período inicial confuso. A primeira estrutura a impôr-se no grupo é a estrutura de dominância, que se estabelece devido à ecologia do grupo, e confirma-se que após o seu aparecimento existe uma redução da quantidade de agressão aberta entre os membros do grupo, funcionando esta estrutura como um mecanismo regulador, O estudo da estrutura afilitiva valida mais uma vez a proximidade espacial como medida adequada para a estabelecer. Esta estrutura impõe-se numa segunda fase, mas de certa forma em simultâneo com a estrutura de dominância, sendo constrangida tanto pela ecologia do grupo, como pela estrutura já imposta. Demonstra-se que as duas estruturas são a base de funcionamento da organização social, e que se coordenam entre si de forma a regularem os diferentes contextos, permitindo o aparecimento de novas estruturas. O seu relacionamento passa por um balanceamento constante, existindo por vezes situações de "alianças agressivas", o que nos permite verificar a estreita ligação entre as diferentes estruturas. O estudo da estrutura da atenção social, demonstrou que esta é também uma estrutura importante na organização social do grupo, aparecendo em simultâneo com o reconhecimento da hierarquia. Quando está estabelecida, a atenção relaciona-se preferencialmente com a estrutura afiliativa. Esta relação serve de limite social para a aquisição de informação, ligando desta forma as estruturas coesivas à aprendizagem e ao desenvolvimento social da criança, isto é, a sua adaptação ao meio social. Neste estudo confirma-se ainda que a organização social num grupo de crianças de idade preescolar, está dependente de uma quantidade de variáveis tais como: a ecologia do grupo, o seu ambiente, a idade média das crianças, as suas capacidades cognitivas, o tempo de experiência e de contacto com diferentes pares.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Etologia
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/280
Aparece nas colecções:PBIO - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM ALCO1.pdf4,52 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.