Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2787
Título: Amizade é….As relações de amizade em adultos com deficiência intelectual
Autor: Correia, Nádia Salomé Pinto
Orientador: Morgado, José
Palavras-chave: Amizade
Adultos
Deficiência intelectual
Friendship
Adults
Intellectual disabilities
Data de Defesa: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: O presente trabalho, teve como principal objectivo, conhecer a representação das relações de amizade detidas por adultos com deficiência intelectual. No sentido de encontrar indicativos de respostas para tal objectivo, foi desenvolvido um estudo de natureza qualitativa. Os participantes escolhidos para este estudo foram 30 adultos com deficiência intelectual, com idade compreendida entre os 25 e os 35 anos, que frequentavam um Centro de Actividades Ocupacionais (CAO). No que concerne aos instrumentos, foi utilizada uma entrevista semi-estruturada. A análise dos dados encontrados foi tratada qualitativamente através da técnica de análise de conteúdo. Em seguida, analisou-se os mesmos, tendo em conta a literatura. Relativamente aos resultados encontrados, pode-se concluir que o adulto deficiente intelectual apesar de apresentar dificuldades em estabelecer e manter laços de amizade, devido há existência de várias barreiras (p.e. os pais), possuem os conceitos de amizade, amigo e melhor amigo, à semelhança do que ocorre com os adultos com desenvolvimento típico. Uma vez que existem escassos estudos acerca desta temática, nomeadamente nesta faixa etária, torna-se pertinente o desenvolvimento de estudos que aprofundem este campo, para que os seus responsáveis (familiares, profissionais, entre outros) conheçam a importância e as razões pelas quais os adultos nestas condições necessitam de estabelecer laços de amizade, permitindo-lhes a facilitação da formação e manutenção desses laços e diminuindo alguns dos obstáculos criados.
ABSTRACT: The principal aim to this study is known the representation of the friendship relationship held to the adults with intellectual disabilities. In order to find answers to this goal a qualitative study was developed. For this study were chosen 30 adults with intellectual disabilities, with ages between 25-35 years old, who attended an Occupational Activities Center (CAO). A semi-structured interview was used as instrument. The evaluation of the concluded data was qualitatively treated by the content analysis technique. Then it was examined the same data concerning to the literature. According to the examined results it could be concluded that the adults with intellectual disabilities in spite of presenting difficulties maintain and establish ties of friendship, due to several hurdle (e.g. parents), they keep the concepts of friendship, friend and best buddie, similar to what occurs with the adults with typical development. Once there are very few studies about this issue, in particularly in this age level, it is very relevant to develop studies that research this field, in order that the responsible (parents, professionals, among others) know the importance and the reasons for which the adults in those conditions need to establish ties of friendship, allowing them easily the creation and maintenance of these ties and reducing some of the obstacles created.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2787
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
18087.pdf1,05 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.