Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2765
Título: (Re)encontros com o passado: Memórias autobiográficas na depressão e ansiedade generalizada e sua associação com vinculação e esquemas precoces desadaptativos
Autor: Pereira, Cátia Filipa dos Santos
Orientador: Cláudio, Victor
Palavras-chave: Memórias autobiográficas
Depressão
Ansiedade generalizada
Vinculação
Esquemas precoces desadaptativos
Autobiographical memory
Depression
General anxiety
Attachment theory
Early maladaptive schemas
Data de Defesa: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: A área das memórias autobiográficas, associadas a casos clínicos, é bastante recente na literatura científica, sendo quase inexistente em Portugal. A sua associação a escalas clínicas também se mostra pouco explorada. O objectivo desta investigação foi estudar as características das memórias autobiográficas e as suas associações e relações com as escalas clínicas utilizadas. A amostra foi constituída por 30 utentes do Serviço de Psiquiatria de um hospital (18 com perturbação depressiva e 12 com perturbação de ansiedade generalizada) que preencheram o Inventário de Sintomas Psicopatológicos, o Inventário de Depressão de Beck, a Escala de Vinculação do Adulto, o Questionário de Esquemas de Young e o Inventário de Ansiedade Estado e Traço, e realizaram a Tarefa de Memórias Autobiográficas. Observou-se que as memórias autobiográficas no grupo clínico com perturbação depressiva são mais negativas do que no grupo clínico com perturbação de ansiedade generalizada. No entanto, não se verificam diferenças entre os dois grupos clínicos quanto à especificidade das memórias autobiográficas. Existe uma congruência entre a valência emocional do estímulo e a valência emocional das memórias autobiográficas. Relativamente à vinculação verificou-se a existência de correlações intragrupais, sem diferenças inter-grupos. Quanto aos esquemas precoces desadaptativo, não existem diferenças entre os grupos.
ABSTRACT: The autobiographical memories area, associated with clinical cases, is fairly recent in scientific literature, being almost nonexistent in Portugal. Its association with clinical scales also seems underexplored. The aim of this research was to study the autobiographical memories characteristics and their associations and relationships with the used clinical scales. The sample consisted in 30 Psychiatry Service of a hospital subjects ( 18 with depressive disorder and 12 with generalized anxiety disorder) who filled up a Psychopathological Symptoms Inventory , the Beck Depression Inventory , the Adult Bonding Scale, the Young Schema questionnaire and the State and Trait Anxiety inventory, they performed the Autobiographical Memories task . It was observed that the autobiographical memories in the clinical group with depressive disorder are more negative than in the clinical group with generalized anxiety disorder . However, there where no differences between the two clinical groups regarding the Autobiographic memories specificity. There is a congruence between the emotional valence of the stimulus and the autobiographical memories emotional valence. Regarding linking , it was verified the existence of intragroup correlations, with no differences between groups. As for early maladaptive schemes, there are no differences between groups.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2765
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
17786.pdf5,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.