Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2742
Título: Adesão à terapêutica no VIH/SIDA: Efeitos de uma intervenção baseada no modelo de auto-regulação
Autor: Rosa, Ana Luisa Cavaco Junqueiros
Orientador: Leal, Isabel Pereira
Marques, Marta Moreira
Palavras-chave: VIH/SIDA
Adesão
Intervenção
Auto-regulação
HIV/AIDS
Adherence
Intervention
Self-regulation
Data de Defesa: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Introdução: A adesão à medicação no contexto do VIH é fundamental, no entanto, fatores relacionados com as representações dos pacientes sobre a infecção e o tratamento podem contribuir para uma menor adesão. Nesta investigação, verificaram-se os efeitos de um programa de intervenção, baseado no Modelo de Auto-Regulação de Leventhal, no comportamento de adesão à terapêutica antiretroviral. Método: Estudo experimental, randomizado com 26 sujeitos infectados pelo VIH e a tomar medicação, distribuídos por grupo de controlo (N=9) e de intervenção (N=9). O programa de intervenção teve a duração de 3 meses e focou-se nas representações e crenças, auto-eficácia, práticas auto-regulatórias, dificuldades e estratégias na adesão ao tratamento. Avaliaram-se as características sociodemográficas, clínicas, adesão, auto-eficácia, representações da doença, crenças acerca da medicação e estado de saúde, antes e após a intervenção. Resultados: Verifica-se que a intervenção teve impacto no aumento da Auto-eficácia dos sujeitos de grupo de intervenção (p=0,028). Apesar de não se terem verificado diferenças significativas nas restantes variáveis, observa-se que os sujeitos do grupo de intervenção apresentam valores mais altos de adesão e representavam o VIH como uma condição estável, com menos impacto físico e sintomático, representam a medicação como necessária, demonstrando confiança em tomar a TAR. Todos os sujeitos mostraram-se extremamente satisfeitos com a intervenção, no seu geral. A realização de estudos de intervenção, com base no Modelo de Auto-Regulação de Leventhal, parece contribuir francamente para a melhoria e manutenção da adesão à terapêutica no contexto do VIH e suas variáveis associadas.
ABSTRACT: Introduction: Taking medication, in the context of HIV, is of significant importance, nevertheless, factors related with patients beliefs about HIV and treatment, can potentially contributed to a less adherence. The main objective in this research is to assess the effects of an intervention, based on Leventhal's Common Sense Model of Self-Regulation, in adherence to medication. Method: Experimental randomized trial with 26 subjects with HIV and taking medication, distributed by control group (N-9) and intervention group (N-9). The intervention lasted 3 months and focused on beliefs about disease and treatment, self-efficacy, selfregulating practices, difficulties and strategies of following the treatment. Social, demographic, clinic, adherence, self-efficacy, representations about HIV, beliefs about medication and health condition have been assessed before and after the intervention. Results: The intervention showed significant effect on self-efficacy’s (p=0,028) intervention group. Beside, those subjects show higher adherence to medication, represent HIV as a chronic condition, with less symptoms, and believe that TAR is necessary and feel confidence in taking it. All subjects were extremely satisfied with the intervention. Conclusion: Leventhal's Common Sense Model of Self-Regulation looks promising for the management of adherence to medication and associated factors, in the context of HIV/AIDS.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia da Saúde apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2742
Aparece nas colecções:PSAU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
11484.pdf1,06 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.