Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2620
Título: Os irmãos do divórcio: A relação entre irmãos depois do divórcio dos pais
Autor: Madeira, Sara
Orientador: Vila Real, Ângela
Palavras-chave: Relação
Irmãos
Divórcio
Pré-adolescentes
Raparigas
Relationship
Siblings
Divorce
Preadolescents
Girls
Data de Defesa: 2012
Resumo: Este trabalho visa o estudo do impacto do divórcio na relação entre irmãos. Apesar do crescente número de divórcios na nossa sociedade e dos inúmeros estudos sobre esta temática,poucas são as investigações que se debruçam sobre de que forma é que o mesmo pode afectar a relação entre irmãos. Deste modo, o objectivo principal deste trabalho foi o de perceber se as jovens que passam pela experiência de divórcio dos pais, têm com os irmãos uma relação de menor e menos positivo envolvimento, ou se pelo contrário, e como resultado esperado, estabelecem entre si um vínculo de maior proximidade e apoio. A amostra foi constituída por 22 raparigas pré-adolescentes, 11 filhas de pais casados e 11 filhas de pais divorciados, às quais foi aplicado individualmente o teste semi-projectivo Family Relations Test-revised (FRT-r) (Bene & Anthony, 1985). Os resultados vieram confirmar que as pré-adolescentes filhas de pais divorciados apresentavam um maior e mais positivo envolvimento com os seus irmãos, considerando o irmão mais novo como o elemento da família a quem mais davam amor, e o mais velho aquele de quem mais recebiam.
This investigation aims at the study of the impact of divorce on relationship between siblings. Despite the growing number of divorces in our society and the numerous studies on this subject, there are few investigations that study how parents’ divorce affects the siblings’relationship. Thus, the main purpose of this work was to understand if the relationship between siblings that go through that experience is more distant and has less positive engagement, or if on the contrary and as expected result, the siblings establish a closer bond. The sample consisted of 22 pre-teen girls, 11 daughters of married parents and 11 daughters of divorced parents, to whom was individually applied the semi-projective Family Relations Test-revised (FRT-r) (Bene & Anthony, 1985). The results confirmed that daughters with divorced parents had greater and more positive involvement with their siblings, whereas the element of the family who they gave more love was the younger sibling, and the older one from whom they received.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2620
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15334.pdf530,18 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.