Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/261
Título: Um viver feminino no interior rural português: Descrição analítica do tecer de uma história individual
Autor: Afonso, João A.
Diniz, António Augusto Pinto Moreira
Palavras-chave: Envelhecimento
História de vida
Identidade
Psicobiografia
Aging
Identity
Life history
Psychobiography
Data: 2010
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Análise Psicológica, 28(1), 295-310.
Resumo: No contexto de uma visão integradora da personalidade, a identidade surge como necessidade, procura e construção individual do sentido num tempo. É na cultura e na apropriação criativa dos guiões por ela transportados que o indivíduo se reconhece e unifica. Inerente a este esforço de coesão identitária, tapeçaria onde aspectos desavindos do self alcançam novas coerências, encontra-se a noção de história pessoal. É na permanente elaboração narrativa que o sujeito reconstrói o passado, percebe o presente e se projecta no futuro. As histórias de vida (HV) emergem assim como mostruário exemplar deste processo, método que, pelas suas qualidades, permite o acesso ao tecer subjectivo de um vivido que é também portador de uma cultura. A participante, habitante de um interior rural português empobrecido, envelhecido e desertificado, surge como uma das últimas testemunhas de um sistema cultural em que a força e preponderância dos guiões tradicionais assegura a priori a integração identitária. No presente estudo, a recolha e análise da sua HV permite-nos revelar a influência marcante do setting ideológico católico na maneira como teceu a sua narrativa da identidade. ABSTRACT Contextualized by an integrative view of personality, identity emerges as an individual necessity, search and construction of meaning in time and place. It’s in the culture, and in the creative appropriation of the plots it carries, that the individual finds unity and self-conscience. Inherent to this effort of identity cohesion, tapestry where disagreeing aspects of the self achieve new forms of coherence is the notion of personal history. It’s in the permanent elaboration of a self’s narrative that the subject rebuilds his past, perceives his present, and anticipates his future. Hence, life histories (LH) emerge as an exemplar showcase of this process, method that, by its qualities, allows access to the subjective weave of a life that is also the carrier of a culture. The participant, a woman inhabitant of an impoverished, aged and abandoned Portuguese rural interior, arises as one of the last witnesses of a cultural system where the strength and preponderance of the traditional scripts ensures identity integration. In the present work, the harvest and content analysis of her LH allows to reveal the striking influence of the catholic ideological setting on the way she wove her identity narrative
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/261
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PCLI - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AP 28(2) 295-310.pdf156,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.