Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2609
Título: Estou no corpo errado: A representação edipiana nos processos identificatórios
Autor: Gomes, Maria Isabel Soares Dias Carrilho
Orientador: Vila Real, Ângela
Palavras-chave: Identidade sexual
Édipo
Rorschach
Sexual identity
Oedipus
Rorschach
Data de Defesa: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Na nossa sociedade, a família é o lugar privilegiado de construção do eu, masculino ou feminino. A criança nasce com um sexo biológico e através da sociedade, da cultura e da família onde está inserida vai desenvolvendo o seu género sexual (Kimmel, 200; Stets & Burke, 2000). Um referencial teórico importante para tal, é a psicanálise, pois no momento em que tem como uma das suas maiores preocupações a compreensão da construção do sujeito, a identidade de género torna-se assim central, pelo fato de permitir uma interpretação, dinâmica da construção dos sujeitos sexuados. No presente estudo de caso, de carácter qualitativo, procurou-se compreender e viabilizar através da apreciação do processo-resposta Rorschach, o acesso à dinâmica intrapsíquica subjacente ao desenvolvimento da identidade de género. Foram estabelecidos como operadores organizativos as referências edipianas e o eu relacional. Tendo-se os procedimentos propostos revelado relevantes para a ampliação do potencial clínico da técnica do Rorschach, na compreensão de um mundo angustias fusionais aliadas ás dificuldades do manejo pulsional que o fazem desorganizar e lhe impedem o acesso á constituição de processos identificatórios.O principio da realidade não está estabilizado, algumas falhas de realidade. Representação de si frágil e desvalorizada, balanceando entre o forte/ fraco grande/ pequeno numa.
ABSTRACT: In our society, the family is the privileged place of construction of the self male or female. A child is born with a biological sex and through society, culture and family where it is inserted vai developing their gender sexual (Kimmel, 200; Stets & Burke, 2000). A theoretical framework for this important, is psychoanalysis, because the moment that has as one of its major concerns understanding the construction of the subject, gender identity thus becomes central because permit an interpretation of dynamic construction of sexual subject. In this case study of a qualitative nature, we tried to understand and facilitate the process by assessing response Rorschach, access to the intrapsychic dynamics underlying the development of gender identity. The established operators organizational references and I Oedipal relational. Taking up the proposed procedures revealed relevant to expand the clinical potential of the Rorschach technique, understanding of an inner world fusional anguish allied ace of management difficulties that make instinctual disrupt him and prevent access to the constitution process identificatórios.O principle of reality is not stabilized, some failures reality. Representation fragile and devalued, balancing between strong / weak big / small a
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2609
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14694.pdf771,48 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.