Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2604
Título: Irmãos Grimm: Uma abordagem psicanalítica aos contos da infância e do lar
Autor: Calamote, Catarina Guimas de Almeida
Orientador: Sá, Eduardo
Palavras-chave: Contos de fadas
Irmãos Grimm
Funções Parentais
Substitutos Parentais
Fairy tales
The brothers Grimm
Parental roles
Parental substitutes
Data de Defesa: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Pretendeu-se com este estudo analisar o imaginário infantil inerente aos contos de fadas, os pais e mães dos heróis dos contos infantis dos Irmãos Grimm que, apesar de ausentes ou omissos, não deixam de ser figuras relevantes. Colocou-se assim a seguinte questão de partida para a nossa investigação: Será que as figuras biológicas (pais) apesar de ausentes, ou de não terem a possibilidade de acompanharem o crescimento e desenvolvimento dos seus filhos, têm impacto na vida dos mesmos? Outras questões igualmente pertinentes foram colocadas: Estarão de facto omissos os pais biológicos nos contos infantis dos irmãos Grimm? Existirão, a par dos cuidadores biológicos, outras figuras cuidadoras? Qual a qualidade parental destas figuras parentais (biológicas ou não)? Para dar resposta a estas questões, escolhemos analisar os contos da infância e do lar escritos pelos Irmãos Grimm com o propósito de compreendermos a influência da história de vida dos autores por detrás desta obra – Jacob e Wilhelm Grimm. Como tal, os contos analisados serão: Os Doze Irmãos, Irmãozinho e Irmãzinha, Rapúncia (Rapunzel), Os Três Homenzinhos na Floresta, As Três Fiadeiras, Joãozinho e Margarida (Hänsel e Gretel), Gata Borralheira, A Menina Sem Mãos e Branca de Neve. Caracterizaremos o sistema familiar e alargado das personagens principais, com o recurso ao Genograma Familiar e ao Ecomapa, Como procedimento, recorrer-se-á à Análise de Conteúdo para criar categorias temáticas, nomeadamente, Figuras de Vinculação, Competência/Qualidade Parental e Estilo Parental, quer para os pais biológicos, quer para os substitutos parentais.
ABSTRACT: The intention of this study was to analyze a child's imagination inherent in fairy tales, the fathers and mothers of the heroes of fairy tales of the Brothers Grimm that, despite absent or missing, are nonetheless relevant figures. We put the following question to our research: Does the biological figures (parents) although absent, or not being able to monitor the growth and development of their children, have an impact in their lives? Other issues were also raised pertinent: Are indeed missing biological parents in fairy tales of the Brothers Grimm? Are there, along with biological caregivers, other caregivers figures? What is the quality of these parental figures (biological or otherwise)? To answer these questions, we chose to analyze the book “Household Tales” written by the Brothers Grimm in order to understand the influence of the life story of the authors behind this work - Jacob and Wilhelm Grimm. As such, the tales that will be analyzed are: The Twelve Brothers, Little Brother and Little Sister, Rapunzel, The Three Little Men in the Wood, The Three Spinners, Hansel and Gretel, Cinderella, The Girl Without Hands and Little Snow-White. We will characterize the extended family system and the main characters, with the use of Family Genograms and Ecomaps, As a procedure, shall be used the Content Analysis to create thematic categories, namely Figures Attachment, Competency / Quality Parenting and Parenting Style for both biological parents and parental substitutes.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2604
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14566.pdf2,68 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.