Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2598
Título: Agressividade e depressão na infância: Estudo de caso empírico de um acompanhamento psicoterapêutico de um menino de sete anos
Autor: Nave, Mário Teles da
Orientador: Torres, Nuno
Palavras-chave: Estudo de caso
Bateria de teste ASEBA
Agressividade
Case study
Battery test ASEBA
Aggressiveness
Data de Defesa: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Este é um estudo de caso empírico de um acompanhamento psicoterapêutico de um menino de sete anos de idade. Esta criança no decorrer da sua infância, vêm demonstrando sinais alarmantes a nível comportamental, como agressividade dirigida aos pais e irmão, queixas relativas a algum isolamento social. Com estas queixas dei início ao processo terapêutico com uma periodicidade semanal. Como monitorização da psicopatologia, utilizei a bateria de testes ASEBA, que foi passada em quatro momentos distintos aos pais e à professora primária, permitindo assim completar o material por mim recolhido, como notas pessoais das consultas e ainda desenhos de cariz livre. A conclusão deste trabalho, é que ao fim destes dez meses de terapia, os níveis de depressão e também os de agressividade estão muito melhores, o que levou a que a criança tenha tido desenvolvimentos positivos tanto ao nível das relações familiares como sociais. Como não houve nenhuma alteração significativa no quotidiano da criança, nem dos que a rodeiam, pode-se concluir que estas alterações derivam do processo terapêutico pelo qual passou.
ABSTRACT: This is an empirical case study of a psychotherapeutic a boy of seven years old. This child during his childhood, have shown alarming signs of behavioral, such as aggression directed at parents and brother, complaints about some social isolation. With these complaints I started the therapeutic process on a weekly basis. As monitoring of psychopathology, I used the battery of tests ASEBA, which was passed in four different moments to parents and the school teacher, thus completing the material I collected, as personal notes of consultations and even drawings of nature free. The conclusion of this work is that the end of ten months of therapy, levels of depression and aggression are also much better, which meant that the child has had both positive developments in terms of social and family relationships. As there was no significant change in the child's daily life, or of those around her, it can be concluded that these changes stem from the therapeutic process by which spent.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2598
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14525.pdf1,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.