Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2564
Título: Renascer de novo em grupo
Autor: Romano, Luísa Maria Cunha
Orientador: Pires, António Augusto Pazo
Palavras-chave: Cancro
Terapia de grupo
Grupos de encontro
Empatia
Cancer
Group therapy
Support groups
Empathy
Data de Defesa: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Este trabalho foca o papel dos grupos de encontro na terapêutica dos doentes cancerosos, como forma de constituir uma rede de suporte psicossocial que auxilie o paciente a aceitar o diagnóstico e o seu impacto na vida. Focaremos o papel do terapeuta neste contexto, enquanto cuidador e facilitador, elemento-chave na prestação de cuidados paliativos. Através de um processo de troca e partilha, provido de empatia e autenticidade, é promovida a autonomia e a aceitação, com o objectivo de melhorar a qualidade de vida destes doentes. É feita uma descrição histórica dos tratamentos do cancro e dos grupos de autoajuda, salientando-se o papel de Rogers e Moreno nos grupos de encontro. Abordamos a problemática da dor e do sofrimento, associados a sentimentos de perda e negação, não só por parte do doente, como também dos seus familiares. Para todos eles, o diagnóstico de cancro é sinónimo de sentença de morte, acarretando medos relacionados com o sofrimento associado à agressividade dos tratamentos.
ABSTRACT: This work focuses on the role of support groups in the treatment of cancer pacients, so as to constitute a psychosocial network of support which can help the patient accept the diagnosis and its impact in life. We will focus on the role of the therapist in this context, as a caregiver and enabler, a key element in the supply of palliative care. Through a process of exchange and share, using empathy and authenticity, the therapist promotes autonomy and acceptance, with the objective of improving the quality of life of these patients. We will provide an historical description of cancer treatments and self-help groups, emphasising the roles of Rogers and Moreno in support groups. We will address the issue of pain and suffering, associated to feelings of loss and denial, not only from the patient, but also from his relatives. For all of them, the diagnosis of cancer is a synonym of death, bringing about fears related to the suffering associated to the aggressiveness of the treatments.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2564
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
6048.pdf620,41 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.