Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2559
Título: A proximidade parental e a disrupção escolar percepcionada
Autor: Seruya, Madalena Cintra Lôbo Távora
Orientador: Morgado, José
Palavras-chave: Proximidade parental
Indisciplina
Género
Número de repetições
Closeness to parents
Indiscipline
Sex
Number of repetitions
Data de Defesa: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Notam-se níveis de indisciplina cada vez mais elevados em um número crescente de Países. A indisciplina resulta em climas menos propícios para o ensino. Os professores revelam demasiados confrontos com níveis elevados de indisciplina nos seus alunos, perturbando o processo normal de ensino-aprendizagem (Velez, M., 2010). O presente estudo tem como objectivo analisar a relação entre a proximidade parental percepcionada e a indisciplina percepcionada, em alunos do 3º ciclo (7º, 8º, e 9º ano). O presente estudo avaliou também as variáveis género e número de repetições. O presente estudo contou com uma amostra de 153 alunos de uma escola pública do concelho de Cascais. Foram alvo de estudo 68 sujeitos do género feminino (44.4%) e 85 sujeitos do género masculino (55.6%). Observou-se que alunos que se sentem mais próximos dos pais têm uma percepção menos elevada de indisciplina do que os alunos que se sentem menos próximos dos seus pais. Percebeu-se ainda que os sujeitos do género masculino (n = 85) têm mais comportamentos de indisciplina, ao contrário dos alunos do género feminino (n = 68). Por último, a variável número de repetências não mostrou resultados significativos na relação com a indisciplina (t (151) = 1,11; p <= 0,23).
ABSTRACT: The levels of indiscipline in the schools are getting bigger and it grows in more countries. The indiscipline results in an environment less appropriate to education (Velez, M., 2010). The aim of this study is to analyze if the relation of feeling closeness to parents-child influence the levels of feeling indiscipline in students of 7th, 8th and 9th grade. It also analyzes the variables sex and the number of grade repetition. There were 153 participants of a public school from Cascais. From this number 68 students were feminine (44.4%) and 85 students were masculine (55.6%). We observed that students who feel more close to parents have a perception of her indiscipline lower than the students who feel less closeness to parents. The masculine gender (n = 85) feels more indiscipline behaviors than the feminine gender (n = 68). At last our variable number of repetitions didn´t show any significant crossing result with levels of indiscipline (t (151) = 1,11; p<= 0,23).
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2559
Aparece nas colecções:PEDU - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15069.pdf316,87 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.