Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2550
Título: Acidente com comboios: Implicações no desenvolvimento da perturbação de stress pós-traumático nos maquinistas
Autor: Lemos, Isabel da Conceição
Orientador: Patrão, Ivone Alexandra Martins
Palavras-chave: Perturbação de stresse pós-traumático
Maquinistas
Acidentes de comboio
Post-traumatic stress disorder
Train drivers
Trains accidents
Data de Defesa: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: A literatura salienta que os acidentes são considerados acontecimentos potencialmente traumáticos e têm como uma das consequências o desenvolvimento da Perturbação de Stresse Pós-Traumático (PTSD). Contudo não identifica trabalhos realizados com maquinistas em Portugal, que testemunharam acidentes e/ou suicídios e o possível desenvolvimento de PTSD. A presente investigação tem por objectivo estudar o impacto psicológico dos acidentes ferroviários nos maquinistas, através do estudo das variáveis: PTSD, depressão, acontecimentos de vida e experiências dissociativas peritraumáticas. É um estudo exploratório, correlacional e comparativo com uma amostra de 216 maquinistas do sexo masculino com idades compreendidas entre os 28 e 62 anos. O protocolo de avaliação inclui: o Questionário Sociodemográfico (Lemos & Patrão, 2012), e as versões portuguesas de Beck Depression Inventory (BDI-II) (Ponciano & Lopes, 2004), do Clinician- Administered PTSD (CAPS) (Maia & Fernandes, 2003), do PTSD Checklist Civilian Version (PCL-C) (Gonçalves & Pinto, 2006) e do Peritraumatic Dissociative Experiences Questionnaire (PDEQ) (Maia & Fernandes, 2001 (Trad.) e adaptado por Horta-Moreira (2002). Os resultados revelaram uma baixa prevalência de sintomas de PTSD nos maquinistas (8,3%) e a existência de uma correlação significativa entre PTSD, e as variáveis principais: Depressão, Acontecimentos de vida e Experiências dissociativas peritraumáticas. Os resultados deste estudo indicam a importância de um apoio psicológico preventivo para os impactos psicológicos imediatos ao acidente como forma de minimizar e prevenir possíveis perturbações psíquicas.
ABSTRACT: The literature stresses, that accidents are considered potentially traumatic events and have as a consequence, the development of Post-Traumatic Stress Disorder (PTSD). However, it does not identify works with train drivers in Portugal who witnessed accidents or suicides and the possible development of PTSD. The present investigation aims to study the psychological impact of train accidents on train drivers, through the study of variables: PTSD, depression, life events and peritraumatic dissociative experiences. This is an exploratory, correlational and comparative study with a sample of 216 male train drivers aged between 28 and 62 years. The evaluation protocol includes: the Socio- Demographic Questionnaire (Lemos & Patrão, 2012) and Portuguese versions of Beck Depression Inventory (BDI-II) (Ponciano & Lopes, 2004), of the Clinician administered PTSD (CAPS) (Maia & Fernandes, 2003), of the PTSD Checklist Civilian Version (PCL-C) (Gonçalves & Pinto, 2006) and of the Peritraumatic Dissociative Experiences Questionnaire (PDEQ) (Maia & Fernandes, 2001 (Trad.) and adapted by Horta-Moreira (2002). The results showed a low prevalence of PTSD symptoms in train drivers (8, 3%) and the existence of a significant correlation between PTSD and the main variables: Depression, Life events and Peritraumatic dissociative experiences. The results of this study indicate the importance of psychological support for preventive psychological impacts immediately following the accident in order to minimize and prevent possible mental disorders.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2550
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
18726.pdf928,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.