Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2510
Título: Os dialectos do inconsciente: Uma visão psicanalítica e desenvolvimental sobre a asma psicossomática em relação com as falhas nas relações objectais primárias
Autor: Marreiros, Ana Catarina Nunes
Orientador: Santos, António José
Palavras-chave: Asma
Relações objectais primárias
Trauma
Modelos internos dinâmicos
Neuropsicologia
Asthma
Primary object relations
Trauma
Internal working models
Neuropsychology
Data de Defesa: 2013
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Partindo de uma abordagem psicanalítica e desenvolvimental assente, por um lado nos pressupostos conceptuais psicanalíticos freudianos; da escola de Psicossomática de Paris (Pierre Marty), dos postulados de W. Bion e D. Winnicott e das concepções integradoras de A. Green, acerca dos aspectos psicanalíticos, desenvolvimentais e neurofisiológicos inerentes às perturbações psicossomáticas; e por outro lado, nas principais teorias evolutivas da vinculação postuladas por J. Bowlby e M. Ainsworth, focámo-nos na análise comparativa de estudos de caso, de sujeitos asmáticos, em que subjacente à sua problemática se desenhe um histórico de vivência traumática (de perda, separação ou rejeição) que possa estar na origem de falhas nas relações vinculativas primárias, ou póstumas. A nossa hipótese é a de que, reside precisamente neste núcleo relacional primário, a pedra basilar do complexo sistema bidirecional e indissociável que é o corpomente. As conclusões a que chegámos é que estas falhas relacionais primárias decorrentes do trauma se reflectem nos modelos internos dinâmicos actuais, e por conseguinte nos padrões de relação objectal ao longo da vida, além de subjacentes às principais angústias e mecanismos defensivos, em que a somatização, representa a expressão maior e mais visível do que constitui a angústia de perda do Objecto. A asma, parece representar nestes sujeitos, a incapacidade simbólica de dar forma e sentido aos afectos avassaladores, mas também e sobretudo como a materialização da profunda angústia de perda do objecto de amor, cuja relação anaclítica ao longo da vida é análoga à função do cordão umbilical nas fases primitivas da existência intrauterina.
ABSTRACT: From a psychoanalytic and developmental approach based, on the one hand in psychoanalytic conceptual assumptions of Freud, the Psychosomatic School of Paris (Pierre Marty), of W. Bion and D. Winnicott postulates and the integrative conceptions of A. Green, concerning psychoanalytic, developmental and neurophysiological aspects inherent to psychosomatic disorders; and on the other hand, in the main evolutionary theories of attachment postulated by J. Bowlby and M. Ainsworth, we focused on the comparative analysis of case studies in asthmatic subjects, in which underlying its problematic draw up a history of traumatic experience (loss, separation or rejection) that may be the cause of failed primary relationships, or posthumous. Our hypothesis is that, in the primary relational core lies the cornerstone of this bidirectional and inseparable complex system that is the body-mind. The conclusions we have reached is that these failures, arising from primary relational trauma, are reflected in current internal working models and therefore in the relationship patterns throughout life. Plus behind major anxieties and defense mechanisms, in which somatization represents the largest and most visible expression of what constitutes the object loss anxiety. Asthma seems to represent in these subjects, the inability to symbolize and give meaning to this overwhelming affects, but also and above all as the embodiment of a profound loss anxiety of the object’s love, whose anaclitic relationship through lifespan is analogous to the function of the umbilical cord in the primitive stages of intrauterine existence.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2510
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14410.pdf534,97 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.