Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2507
Título: Biossegurança e odontologia: Crenças e atitudes de graduandos sobre o controle da infecção cruzada
Autor: Pinelli, Camila
Garcia, Patrícia Petromilli Nordi Sasso
Campos, Juliana Alvares Duarte Bonini
Dotta, Edivani Aparecida Vicente
Rabello, Ariele Patrícia
Palavras-chave: Biossegurança
Estudantes de odontologia
Fidelidade a diretrizes
Pesquisa qualitativa
Biosecurity
Dental students
Adherence to guidelines
Qualitative research
Data: 2011
Editora: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo; Associação Paulista de Saúde Pública
Citação: Saúde e Sociedade, 20, 448-461
Resumo: Este estudo teve o objetivo de investigar as percepções de graduandos de Odontologia sobre a fidelidade às diretrizes de biossegurança e acerca do preservar-se. Nove questões abertas, que abordaram aspectos de interesse para o tema, foram aplicadas em entrevista com 14 acadêmicos, que realizavam atendimento odontológico de pacientes da Faculdade de Odontologia de Araraquara da Unesp. Utilizouse a metodologia de pesquisa qualitativa e a estratégia metodológica para análise das entrevistas foi a Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Três figuras metodológicas foram obtidas, sendo ideias-centrais, expressões-chave e o DSC propriamente dito. A análise dos discursos permitiu avaliar a fala natural da coletividade. Verificou-se a adesão dos entrevistados aos protocolos de biossegurança, embora houvesse a queixa de que, na rotina diária, as precauções fossem negligenciadas por não serem muito práticas. Entre as medidas de proteção individual e coletiva, rotineiramente utilizadas, foram apontados o uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) e as barreiras protetoras, bem como as atividades de desinfecção e esterilização. O risco de contágio foi visto por alguns com pavor e por outros com total indiferença porque acreditavam ser algo do qual é possível de se ter controle por meio da adesão às precauções padrão. Entre as doenças de maior preocupação, a aids e as hepatites B e C foram as mais temidas. Diante do discurso obtido, salientase a necessidade de se aperfeiçoar as estratégias educacionais, com intuito de motivar a fiel adesão às normas de biossegurança, essenciais no trato de pacientes odontológicos.
ABSTRACT: The aim of the present study was to investigate dental students’ perceptions in relation to adherence to Biosecurity guidelines and self-preservation. Nine open questions that approached aspects regarding the issue were asked in interview to 14 dental students who assisted dental patients at the Araraquara School of Dentistry - UNESP. The qualitative methodology was used and the Collective Subject Discourse (CSD) was the methodological strategy for interview analysis. Three methodological figures were obtained: central ideas, key expressions and the CSD itself. The natural collective discourse was obtained. Adherence to Biosecurity protocols was reported, although the students complained that, in the daily routine, the precautions were neglected because they are not practical. Among collective and individual precautions were the use of Personal Protective Equipment (PPE), protective barriers, and disinfection and sterilization processes. Danger of contagion was reported as dreadful by some or as indifferent by others who thought that it was something that could be controlled and minimized by using standard precautions. HIV and Hepatitis B and C were the most feared diseases. Based on the discourses, it is possible to emphasize the need to improve the educational strategies, aiming to motivate adherence to Biosecurity guidelines, which are essential when dealing with dental patients.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2507
ISSN: 0104-1290
Aparece nas colecções:UIPS - Artigos em revistas internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
SSSP_20_448-461.pdf157,98 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.