Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2488
Título: Validação transcultural da escala de felicidade subjectiva de Lyubomirsky e Lepper
Autor: Ribeiro, José Luís Pais
Palavras-chave: Felicidade subjectiva
Validação transcultural
Bem-estar subjectivo
Saúde mental
Subjective happiness
Cross-cultural validation
Subjective well-being
Mental health
Data: 2012
Editora: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Citação: Psicologia, Saúde & Doenças, 13, 157-168
Resumo: Felicidade é um construto semelhante ao bem-estar subjectivo e tornou-se uma variável importante para a psicologia: é um construto complementar da saúde mental. Lyubomirsky e Lepper, desenvolveram uma medida de felicidade subjectiva com quatro itens. O objectivo do presente estudo é fazer uma validação transcultural desta medida. Os participantes constituem uma amostra de conveniência de 516 indivíduos, 54,3 % mulheres, idade média de 35,18 anos. O material utilizado são a escala de felicidade subjectiva, e ara a validade concorrente e discriminante, um item para a avaliação da satisfação global com a vida, a escala de bem-estar geral, a escala de bem-estar pessoal, o inventário de saúde mental com cinco itens, mais um item para avaliar a percepção de saúde e outro para a percepção de qualidade de vida. O teste para a hipótese de os quatro itens constituírem um único factor foi realizado através da análise factorial confirmatória, e mostra um bom ajustamento (CFI =0,97 e SRMR=0,03). A consistência interna e a validade convergente e discriminante mostram valores apropriados. A média é semelhante à das diferentes amostras utilizadas no estudo original. Como conclusão podemos afirmar que a versão portuguesa da escala de felicidade subjectiva mostra propriedades psicométricas idênticas às da versão original e que pode ser utilizada para comparação na investigação trans-cultural.
Abstract: Happiness is similar to subjective well-being and is becoming an important variable for psychology: it is a complementary construct for mental health. Lyubomirsky and Lepper, developed a measure of subjective happiness with four items. The aims of the present study are to cross-validate this measure. Participants constitute a convenience sample of 516 individuals, 54.3 % women, mean age of 35.18 years. Materials used are the subjective happiness scale, and for concurrent and discriminant validity, one item for the assessment of Life as a whole, the general well-being scale, the personal wellbeing, the Mental Health Inventory with five items, plus one item for health perception and another for quality of life. Testing for one factor hypothesis through confirmatory factor analysis shows a good fit (CFI =0.97 and SRMR=0.03). Internal consistency and convergent discriminant analysis are appropriate. Mean values are similar to the different samples of the original study. As final conclusions we can say that the Portuguese version of the subjective happiness scale has similar properties to the original one and that it can be used for comparisons in cross-cultural research.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2488
ISSN: 1645-0086
Aparece nas colecções:UIPS - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PSD_13_157-168.pdf187,4 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.