Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2333
Título: Na terra do nunca, no lugar de ninguém: Dinâmica familiar, representações parentais e parentalidade – Estudo exploratório com crianças com organização borderline de personalidade.
Autor: Veríssimo, Ana Raquel Silva
Orientador: Salgueiro, Emílio Eduardo Guerra
Palavras-chave: Borderline
Latência
Representações parentais
Dinâmica familiar
Borderline
Latency
Parental representations
Family dynamics
Data de Defesa: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: A Organização Borderline de Personalidade na infância é uma das patologias com maior severidade clínica, complexidade diagnóstica e desafio terapêutico. Diversas características patognomónicas têm vindo a ser enumeradas, bem como factores etiopatogénicos, encontrando-se entre eles as perturbações familiares e parentais. Fruto das lacunas de investigação na área da infância, particularmente na fase de latência, e dada a ênfase patognomónica nas primeiras relações objectais, foi objectivo desta investigação analisar a etiopatogenia do funcionamento limite da criança e compreender a sua percepção acerca da dinâmica familiar, bem como as representações parentais e os processos de parentalidade. O presente estudo tem uma estrutura qualitativa e um carácter exploratório, partindo do estudo de caso de três crianças e respectivas famílias, recorrendo a metodologias projectivas e instrumentais, numa lógica de complementaridade, procurando alcançar um conhecimento profundo dos casos analisados e, a um nível mais global, do funcionamento interno e familiar das crianças com um funcionamento borderline. Verificaram-se padrões de parentalidade problemáticos, inconsistentes e com falhas ao nível do cuidado, da função reflexiva e do suporte afectivo, sendo a representação que estas crianças constroem acerca da sua família percebida como emocionalmente intensa, instável, confusa, inconsistente e pouco contingente, com fronteiras interpessoais disfuncionais, marcada por sentimentos e representações ambivalentes em relação aos membros da família, nomeadamente face aos imagos parentais (idealizados a rejeitantes). Na dinâmica interna destacam-se importantes fragilidades narcísicas, núcleos depressivos significativos, dificuldades ao nível dos processos de mentalização, angústias de abandono e perda do objecto e relações de objecto de tipo anaclitico. ------ ABSTRACT ------ The Borderline Personality Organization in childhood is one of the pathologies with greater clinical severity, complexity diagnostic and therapeutic challenge. Several pathognomonic features have been listed, as well as etiopathogenic factors, laying among them the familiar and parental disorders. As a result of the research gaps on childhood, particularly in the latency phase, and given the pathognomonic emphasis in the first objectal relationships, the goal of this investigation was to analyze the pathogenesis of borderline personality of the child and understand their perception of family dynamics as well as parental representations and processes of parenting. This study has a qualitative and exploratory structure, based on the case study of three children and their families, using complementarily projective and instrumental methods, in order to achieve a thorough understanding of the particular cases, and, in a general framework, the individual and familiar functioning of children with a borderline organization. The results demonstrated patterns of problematic parenting, with inconsistencies and failures in care system, emotional support and reflective function. The families are perceived by the children as emotionally intense, unstable, confusing, inconsistent and with dysfunctional interpersonal boundaries, marked by ambivalent feelings about family members, especially the parental representations (both idealized and resentful). In internal dynamics of this children stands out the important narcissistic weaknesses and significant depressive core, limited symbolization-reflectiveness capacity, insecure attachment relationships, anguish of abandonment and object loss, and anaclitic object relations.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário, na especialidade de Psicologia Clínica
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2333
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
19501.pdf3,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.