Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2322
Título: Um estudo fenomenológico da experiência de rapto parental
Autor: Campos, Mariana Teresa Ferreira de
Orientador: Rodrigues, Vitor Amorim
Palavras-chave: Desaparecimento
Rapto parental
O presente estudo tem como objetivo principal a exploração e compreensão da experiência subjetiva dos pais que vivenciaram o rapto parental, por outras palavras, perceber o fenómeno rapto parental através do olhar do progenitor-vítima. A metodologia aplicada neste estudo insere-se na utilização do método fenomenológico de Amadeo Giorgi com o intuito de estudar os fenómenos intencionais vividos pelos diferentes indivíduos e alcançar uma descrição final com os constituintes essenciais e invariáveis desta experiência subjetiva. A amostra é constituída por quatro participantes do sexo masculino que vivenciaram o rapto parental, com idades compreendidas entre os 37 e os 52 anos. Os resultados indicam que o significado da experiência parental está intrinsecamente associado a conflitos conjugais, a uma reação de indignação e revolta, a sentimentos de incerteza e preocupação. Ao longo desta experiência também foi identificada duas dimensões denominadas de projeção da culpa e autovitimização por parte do pai-vítima. Os sentimentos de perda, angústia e sofrimento psicológico são predominantes nesta vivência e apaziguados através de um suporte emocional. Finalmente, as mudanças no quotidiano e as transformações do ser-estar no mundo representam um outro constituinte essencial desta experiência.
Método Fenomenológico de Amadeo Giorgi
Data de Defesa: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: O presente estudo tem como objetivo principal a exploração e compreensão da experiência subjetiva dos pais que vivenciaram o rapto parental, por outras palavras, perceber o fenómeno rapto parental através do olhar do progenitor-vítima. A metodologia aplicada neste estudo insere-se na utilização do método fenomenológico de Amadeo Giorgi com o intuito de estudar os fenómenos intencionais vividos pelos diferentes indivíduos e alcançar uma descrição final com os constituintes essenciais e invariáveis desta experiência subjetiva. A amostra é constituída por quatro participantes do sexo masculino que vivenciaram o rapto parental, com idades compreendidas entre os 37 e os 52 anos. Os resultados indicam que o significado da experiência parental está intrinsecamente associado a conflitos conjugais, a uma reação de indignação e revolta, a sentimentos de incerteza e preocupação. Ao longo desta experiência também foi identificada duas dimensões denominadas de projeção da culpa e autovitimização por parte do pai-vítima. Os sentimentos de perda, angústia e sofrimento psicológico são predominantes nesta vivência e apaziguados através de um suporte emocional. Finalmente, as mudanças no quotidiano e as transformações do ser-estar no mundo representam um outro constituinte essencial desta experiência.----------ABSTRACT------This study’s main objectives are to explore and understand the subjective experience of parents who lived through parental abduction, in other words, to understand the parental abduction phenomenon through the eyes of the left-behind parents. The methodology applied in this study is an inset with Amadeo Giorgi’s phenomenological method, with the aim to study the intentional phenomena experienced by the different individuals and to attain with all the essential constituents and invariables a final delimitation with this subjective experience. The sample selected consists of four male participants, ages between 37 and 52 years old, who experienced parental abduction. The results indicate that the significance of the parental experience is intrinsically associated with marital conflicts, an indignation and revolt reaction, and feelings of uncertainty and concern. Throughout this experience two different dimensions where also identified from the father-victim’s part, such as projection blame and self-victimization. The predominant feelings of loss, grief, psychological distress appeased through an emotional support. Lastly, the quotidian changes and self-being transformations in our world represent another essential component in this experience.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA -Instituto Superior, na especialidade de Psicologia Clínica.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2322
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15466.pdf972,83 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.