Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2316
Título: Prevalência de abuso sexual de crianças numa amostra portuguesa
Autor: Martins, Vânia Andreia Moreira
Orientador: Ornelas, José H.
Palavras-chave: Prevalência
Abuso sexual de crianças
Portugal
Prevenção
Prevalence
Child sexual abuse
Portugal
Prevention
Data de Defesa: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: O presente estudo tem como objetivo estimar a prevalência de abuso sexual de crianças numa amostra de 200 portugueses, com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, residentes no distrito de Setúbal. A amostra é não probabilistica, por conveniência e efeito bola de neve. Foi utilizado para este fim um questionário demográfico e um questionário de auto-preenchimento General Childhood Sexual Experiences, traduzido e avaliado por especialistas na área. Os resultados obtidos apontam uma taxa de prevalência de 15,5% de abuso sexual de crianças entre os indivíduos da amostra, sendo a percentagem superior para os membros do sexo feminino (17,4%) do que para o sexo masculino (9,8%). A idade média de início do abuso sexual observada neste estudo é de 8,4 anos e de fim de abuso de 10,6 anos. A maior parte dos abusos foram perpetuados por elementos do núcleo de pessoa conhecidas das crianças. Os resultados obtidos reafirmam a importância do trabalho de prevenção do abuso sexual de crianças em Portugal. ------- ABSTRACT ------- This study aims to estimate the prevalence of child sexual abuse in a sample of 200 Portuguese, aged between 18 and 30 years, residents in the district of Setúbal. The sample is not probabilistic, convenience and snowball effect. Was used for this purpose a demographic questionnaire and a self-fulfilling General Childhood Sexual Experiences, translated and evaluated by experts. Results indicate a prevalence rate of 15.5% of child sexual abuse among individuals in the sample, the percentage being higher for female members (17.4%) than for males (9.8 %). The average age of onset of sexual abuse in this study is 8.4 years and end abuse of 10.6 years. Most abuse have been perpetuated by core elements person known to children. The results reaffirm the importance of the work of preventing sexual abuse of children in Portugal.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário, na especialidade de Psicologia Clínica
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2316
Aparece nas colecções:PCLI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
15118.pdf645,88 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.