Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2267
Título: Escolha intertemporal: Virtudes e vícios em trocas monetárias
Autor: Félix, Hugo Miguel Costa
Palavras-chave: Escolha intertemporal
Virtues e vices
Contextos monetários
Status quo bias
Intertemporal choice
Virtues and vices
Monetary domains
Status quo bias
Data de Defesa: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Resumo: O presente estudo tem como objectivo averiguar as atitudes das pessoas face a virtues e vices em contexto monetário, pois apesar de existir extensa literatura sobre o assunto, nenhuma dela se foca neste contexto. Com base no modelo de preferência por sequências(Loewenstein & Prelec, 1993) no Double-entry mental accounting model (Prelec & Loewenstein, 1998) e na aversão à dívida, prevê-se atracção por virtues e aversão a vices. Devido à natureza dos virtues e vices(perspectivas mistas) averiguou-se também a existência do status quo bias (Samuelson & Zeckhauser, 1988) na escolha intertemporal neutralizando o efeito de aversão às perdas(Kahneman & Tversky, 1979, 1984). Um estudo com 390 sujeitos confirmou tanto as previsões dos modelos face a virtues e vices como a existência do status quo bias na escolha intertemporal. ------- ABSTRACT -------- The present study objective is to investigate people’s attitudes towards virtues an vices in the monetary domain, although there is extensive literature on the subject, none of it is focused on this domain. Based on the preference for sequences model (Loewenstein & Prelec, 1993), on the Double-entry mental accounting model (Prelec&Loewenstein, 1998) and on debt aversion, it is predicted that people are attracted to virtues and averse to vices. Due to the virtues and vices nature(mixed prospects) it was also investigated the presence of the status quo bias (Samuelson & Zeckhauser, 1988) in intertemporal choice after neutralizing loss aversion (Kahneman & Tversky, 1979, 1984). With 390 participants the study confirmed both the predictions for the virtues and vices and the existence of the status quo bias in intertemporal choice.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2267
Aparece nas colecções:PORG - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14458.pdf882,68 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.