Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2265
Título: Estudo piloto da escala de percepção da adequabilidade do bairro para caminhar: Análise factorial exploratória
Autor: Bispo, Sofia Kuan
Palavras-chave: Neighborhood walkability
Idosos
Validade factorial
Neighborhood walkability
Older people
Factorial validity
Data de Defesa: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Resumo: O presente estudo tem a finalidade de realizar a adaptação portuguesa da versão da Escala de Percepção da Adequabilidade do Bairro para Caminhar, analisar a sua validade factorial e a sua associação com o género, a idade, o nível de escolaridade rendimento, prática de actividade física, minutos de actividade física, índice de massa corporal, hipertensão e horas a ver televisão. Método: 79 participantes com idade igual ou superior a 65 anos foram recolhidos pelo método de bola de neve. Resultados: A análise factorial exploratória identificou quatro dimensões e os dados demonstraram uma validade factorial aceitável. A correlação entre o teste e o re-teste para um intervalo de duas semanas indica boa estabilidade de resposta dos indivíduos durante este período. Existem associações significativas entre as dimensões da escala e o índice de massa corporal e o número de horas médias a ver televisão. Não foram observadas associações significativas entre a pontuação total ou as dimensões da escala e o género, a idade, o nível escolaridade, o rendimento, a prática de actividade física, os minutos de prática de actividade física e a hipertensão. Conclusões: A Escala de Percepção da Adequabilidade do bairro demonstrou ter validade factorial e estabilidade temporal. As percepções sobre as características do bairro apresentam relação com as variáveis de rotinas diárias e a variáveis biométricas. ------ ABSTRACT ------ The aim of this study was to make a Portuguese adaption of the Perceived Neighborhood Environment Walkability Scale, to analyze this factorial validity and his association with age, gender, education level, income, body mass index, practice of physical activity, minutes of practice of physical activity, hypertension and time watching television. Methods: 79 participants with age equal or superior to 65 years were gathered by the method of snowball and convenience. Results: The Exploratory Analysis identified four dimensions and the data demonstrated a validity factorial acceptable. The correlation between the test and the re-test for an interval of two weeks shows good stability of answer of the individuals during this period. Significant associations were found between dimensions of the scale and the body mass index and time watching television. Significant associations were not observed between the dimensions of the scale or walkability score and the gender, the age, the education level, income, practice of physical activity, minutes of practice of physical activity and hypertension. time watching television. Conclusions: The Perceived Neighborhood Walkability Scale demonstrated to have validity factorial and time stability. The perceptions on characteristics of the neighborhood present relation with daily routines variables and biometric variables.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia da Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2265
Aparece nas colecções:PCOM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
14215.pdf609,9 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.