Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/2112
Título: Considerações de um psicanalista sobre as psicoterapias de crianças
Autor: Diatkine, R.
Data: 1983
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Análise Psicológica, 3 (4), 487-504
Resumo: Serão as psicoterapias de crianças, que se referenciam à psicanálise ou praticadas pelos psicanalistas, um abastardamento da psicanálise, ou psicanálises no diminutivo? Se assim fosse, elas estariam inevitavelmente votadas ao insucesso. No entanto, um certo número de psicoterapias tem um efeito indiscutivelmente positivo. Não só provocam um desaparecimento dos sintomas, mas também alterações mais radicais, alargando realmente o inventário das possibilidades evolutivas. Apesar de nem todos os psicoterapeutas terem resultados tão encorajadores, é necessário analisar correctamente o que é o processo psicanalítico na criança, cuja natureza se mantém muito controversa. A situação psicoterápica é, aqui, particularmente estudada em função das intervenções do terapeuta, e da sua diferença em relação às interpretações propriamente ditas que são dadas no decurso das psicanálises.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/2112
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PSICAN - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1983_4_487.pdf1,63 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.