Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/208
Título: O Ciclo psico-oncológico no cancro da mama: Estudo do Impacto Psicossocial do Diagnóstico e dos Tratamentos
Autor: Patrão, Ivone Alexandra Martins
Orientador: Leal, Isabel Pereira
Palavras-chave: Cancro da mama
Impacto psicossocial
Ciclo psico-oncológico da mama
Breast cancer
Psychosocial impact
Breast psychosocial pathway Käc
Data de Defesa: 2007
Editora: Universidade Nova de Lisboa : Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Resumo: Esta investigação teve como objectivo geral o estudo do impacto do ciclo psicooncológico do cancro da mama (estádio 1 “até chegar ao diagnóstico”, estádio 2 “da aceitação do diagnóstico ao tratamento “ e estádio 3 “dos tratamentos em diante”). Uma amostra total de 300 mulheres com cancro da mama foi avaliada, em 3 momentos, em relação: estado e controlo emocional, neuroticismo, suporte social, coping e qualidade de vida (QDV). A análise das alterações nas variáveis psicossociais ao longo do ciclo psicooncológico revelou uma trajectória que transparece um reduzido impacto psicossocial do cancro da mama, como acontecimento de vida negativo, o que indica em última análise um bom ajustamento a todos os níveis (emocional, social e físico). Para além disso, constatou-se uma alteração dos níveis de neuroticismo, que diminuem significativamente ao longo dos estádios da doença. A resposta emocional e a influência na QDV, em cada estádio do ciclo psicooncológico, são significativamente diferentes face ao diagnóstico (estádio 1), após a cirurgia (estádio 2) e tratamentos (estádio 3). Uma resposta emocional adaptada está associada a uma estratégia de coping eficaz, satisfação com o suporte social percepcionado e boa QDV a todos os níveis. Os modelos estruturais de impacto psicossocial ajustados, em cada estádio do ciclo psico-oncológico, indicam que quando o impacto desse processo de doença é reduzido surge uma resposta emocional equilibrada, uma resposta cognitiva adaptativa e uma resposta de satisfação com o suporte social, presentes em mulheres que realizam acompanhamento psicológico durante a doença. *****ABSTRACT***** The main purpose of this study is to investigate the impact of psycho-oncology cycle of the breast cancer (phase 1 “diagnosis”, phase 2 “surgery”, phase 3 “treatments”). A total of 300 women diagnosed with breast cancer were evaluated, at 3 moments, in relation to: emotional state, emotional control, neuroticism, social support, coping and quality of life (QoL). The analysis of the changes occurred in the psychosocial variables throughout the psycho-oncological cycle illustrated a slight impact of the breast cancer, as negative life event. This results show a good adjustment at all levels (emotional, social and physically). The levels of neuroticism indicated significant changes all the way throughout time. The emotional, cognitive response, and the QoL in each phase of the psychosocial cycle suffered significant changes concerning diagnosis (phase 1), surgery (phase 2) and treatments (phase 3). Furthermore, results indicate that an adapted emotional response is associated to efficient coping strategy, and satisfaction with the perceived social support and good QoL at all levels. The structural equation models of the psychosocial impact in each stage of the psychooncological cycle indicated that when the impact is small the emotional, cognitive and social responses are equilibrated.
Descrição: Tese de doutoramento em Psicologia da Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/208
Aparece nas colecções:PSAU - Tese de doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TES PATR1.pdf2,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.