Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1912
Título: Análise comparativa das atitudes em relação aos testes
Autor: Marques, Carlos Alberto Alves
Freitas, Luísa Sevinate
Data: 1992
Editora: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Citação: Análise Psicológica, 10 (3), 367-378
Resumo: Este artigo apresenta as atitudes dos psicólogos portugueses em relação aos testes aplicados em vários contextos da sua actividade profissional. O questionário, enviado a todos os profissionais inscritos no Sindicato Nacional, foi elaborado por Y. Poortinga (1982) e a tradução realizada pelo:s autores. A escolha dum instrumento já utilizado noutros países possibilita, neste caso, a comparação da!; atitudes dos psicólogos portugueses com as dos seus colegas da Holanda, Inglaterra, Bélgica, Suécia, Espanha, Irlanda e França. 'Itrl como acontece com os seus colegas espanhóis!, os psicólogos portugueses têm atitudes mais positivas em relação aos testes que os psicólogos dos outros, países envolvidos no inquérito. A generalidade dos resultados obtidos em Portugal mostram uma acentuada convergência de opiniões com os obtidos nos outros países europeus. No entanto, ao contrário dos seus colegas, grande número de psicólogos portugueses deseja um aumento da utilização dos testes. ------ ABSTRACT ------ This paper presents the attitude of Portuguese psychologists towards tests applied in different professional settings. Poortinga questionnaire (1982) was used, translated by the authors which was mailed to all members of National Union of Psychologists. The choice of this instrument allows the comparison between Portuguese psychologist's attitudes, and their colleagues from Belgium, Sweden, Netherlands, United Kingdom, Spain, Ireland and France. The Portuguese, as well as Spanish psychologists, have a more positive attitude towards the tests than psychologists from the other countries surveyed. General results in Portugal are quite similar to those found in other european countries. Nevertheless, and in opposition to European colleagues, most of Portuguese psychologists hope for increase the use of tests.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1912
ISSN: 0870-8231
Aparece nas colecções:PDES - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1992_3_367.pdf602,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.