Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1783
Título: Estudo das motivações para o voluntariado numa amostra de voluntários hospitalares em contexto oncológico: Relação com bem-estar psicológico e qualidade de vida
Autor: Monteiro, Sara
Gonçalves, Eliana
Pereira, Anabela
Palavras-chave: Voluntariado
Motivações para o voluntariado
Bem-estar psicológico
Qualidade de vida
Volunteering
Motivations for volunteering
Psychological well-being
Quality of life
Data: 2012
Editora: PsychOpen
Citação: Psychology, Community & Health, 1 (2), 201-211
Resumo: Objetivo: Tendo em conta o crescente número de indivíduos que se propõem a realizar actividades de voluntariado, é cada vez mais pertinente perceber quem são estas pessoas e o que as motiva. Assim, o presente estudo pretende: (1) caracterizar uma amostra de voluntários hospitalares em contexto oncológico, relativamente a variáveis sócio demográficas, variáveis específicas do voluntariado hospitalar e motivações para o voluntariado, e (2) analisar a relação entre as motivações para o voluntariado e indicadores de bem-estar psicológico e de qualidade de vida. Método: A amostra é constituída por 53 voluntários hospitalares da Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Centro a realizarem voluntariado no Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil de Coimbra. Os instrumentos de avaliação utilizados incluíram um questionário sócio demográfico e de caracterização do voluntariado, o Inventário de Motivações para o Voluntariado (IMV; Gonçalves, Monteiro, & Pereira, 2011), a Escala de Medida de Manifestação de Bem-Estar Psicológico (EMMBEP; Monteiro, Tavares, & Pereira, 2006) e o WHO Quality of Life-Bref (WHOQOF-BREF; Vaz Serra et al., 2006). Resultados: De entre os resultados obtidos destaca-se que as funções motivacionais mais valorizadas são as funções “valores”, “experiência” e “crescimento/auto-estima”. Adicionalmente, salienta-se a existência de uma associação positiva entre as funções “valores”, “experiência” e “crescimento/auto-estima” e subescalas de bem-estar psicológico e bem-estar total; e uma associação negativa entre a função “protectora” e os domínios psicológicos e ambiente da qualidade de vida. Conclusão: As interpretações dos resultados bem como as suas implicações são discutidas à luz de literatura relevante. ------ ABSTRACT ------ Aim: Taking into account the increasing number of people who carry out voluntary activities, it becomes relevant to understand who these people are and what motivates them. Therefore, the present study aims at: (1) characterizing a sample of hospital volunteers within an oncologic context regarding socio-demographic variables, specific variables of a hospital volunteer and motivations for volunteering; and (2) analyzing the relation between motivations for volunteering, and indicators of psychological well-being and quality of life. Method: The sample is composed by 53 hospital volunteers, from Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Centro, who work at the Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil de Coimbra. The assessment tools included a socio-demographic and volunteering characterization questionnaire, the Volunteer Functions Inventory (VFI; Portuguese version: Gonçalves, Monteiro, & Pereira, 2011), the Psychological Well-Being Manifestation Measure Scale (PWBMMS; Portuguese version: Monteiro, Tavares, & Pereira, 2006), and the WHO Quality of Life-Bref (WHOQOF-BREF; Portuguese version: Vaz Serra et al., 2006). Results: From the results obtained, we highlight that the most valued motivational functions are “values”, “experience”, and “enhancement”. Additionally, there was a positive association between the “values”, “experience”, “enhancement” functions, and the psychological well-being subscales and global well-being; and a negative association between the “protective” function and psychological and environment domains of quality of life. Conclusion: Interpretations of the results as well as their implications are discussed in the light of relevant literature.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1783
ISSN: 2182-438x
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PCH 2012 1(2) 201–211,.pdf498,87 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.