Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1758
Título: Preocupações parentais em pais de crianças do pré-escolar e 1º ciclo: Análise da população Portuguesa por distrito
Autor: Algarvio, Susana
Leal, Isabel Pereira
Maroco, João
Palavras-chave: Preocupações parentais
Estudo representativo
Pais portugueses
Parentalidade
Parental concerns
Representative study
Portuguese parents
Parenting
Data: 2012
Editora: PsychOpen
Citação: Psychology, Community & Health, 1 (1), 19-32
Resumo: Objetivo: Este estudo pretendeu avaliar e analisar as preocupações parentais dos pais portugueses por Distrito de Portugal Continental. Método: Participaram 3842 pais de crianças entre os 3 e os 10 anos de idade, a frequentar o ensino público pré-escolar e 1º ciclo, de 820 escolas dos 18 Distritos de Portugal Continental. Os pais preencheram um questionário sociodemográfico e uma Escala de Preocupações Parentais, constituída por 5 subescalas, preocupações escolares e problemas familiares; alimentação, sono e queixas físicas; preparação; medos; e comportamentos negativos. Resultados: Os pais portugueses preocupam-se genericamente com as dimensões consideradas por este estudo. A dimensão considerada de maior preocupação para a maioria dos pais é a de preocupações escolares e problemas familiares. A dimensão considerada menos preocupante são os medos das crianças. Foram encontradas diferenças significativas entre Distritos, nomeadamente, os pais do Porto e de Bragança apresentaram os níveis mais altos de preocupação. Os pais de Coimbra, Évora, Beja e Portalegre, apresentaram os níveis mais baixos de preocupação. Conclusão: As preocupações parentais são um aspeto genérico da parentalidade, devendo ser tidas em consideração pelos técnicos de saúde. Será importante aprofundar as causas para a diferença encontrada na distribuição geográfica das preocupações. ------ ABSTRACT ------ Objective: In this study, our aim was to assess and analyze parental concerns by Portuguese District. Methods: The participants were 3842 parents of children between 3 and 10 years old, attending preschool and primary school, from 820 public schools in 18 Portuguese Districts. Parents completed a sociodemographic questionnaire, and a Parental Concerns Scale, composed by 5 subscales, family and school problems; feeding, sleep and physical complaints; preparation; fears; and negative behaviors. Results: Portuguese parents concerned about all the dimensions considered in this study. The highest level of concern was obtained in family and school problems, and the lowest level of concern about their children’s fears. There were significant differences between Districts, parents from Porto and Bragança showed the highest levels of concern. Parents from Coimbra, Évora, Beja e Portalegre, presented the lowest levels of concern. Conclusion: Parental concerns are an aspect of general parenting and must be considered by health professionals to promote healthier parents-children relationships. Geographic differences should be further investigated.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1758
ISSN: 2182-438x
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PCH 2012 1 (1) 19-32.pdf188,67 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.