Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1728
Título: O comportamento parental de companheiros de mulheres com depressão pós-parto
Autor: Martins, Débora C. da Silva
Pires, António Augusto Pazo
Palavras-chave: Depressão pós-parto
Comportamento parental
Impacto na família
Sentimentos paternos
Relação pai/mãe
Relação pai/bebé
Post-partum depression
Behavior–family
Father–emotions
Parent-child relationship
Data: 2008
Editora: Instituto Metodista de Ensino Superior
Citação: Mudanças - Psicologia da Saúde, 16 (2), 106-115
Resumo: Os últimos estudos acerca da Depressão Pós-Parto (DPP) parecem concluir que o apoio do companheiro, têm um impacto muito favorável na forma como a nova mãe se adapta à maternidade. Descobrir de que forma os pais vivem a DPP das suas companheiras e a influência que isso tem no comportamento do casal e na relação com o bebé foi o nosso objectivo. Utilizamos a Grounded Theory e investigámos 7 casos de Depressão Pós-parto. Participaram 5 pais e 6 mães e 2 pediatras. Concluímos que: os companheiros das mulheres com depressão pós-parto referem alguma “perplexidade”, face a esta situação inesperada que parece vir “reactivar vivências e conflitos anteriores” nomeadamente a relação precoce com as próprias mães e outros significativos. A “expectativa face à companheira” determina nuns casos a emergência de “ressentimento” e noutros uma “compreensão” que os leva a ajudá-las neste período difícil das suas vidas. Independentemente dos diferentes comportamentos adoptados pelos pais todos eles acabam por “assumir o papel maternal” numa tentativa de compensar a indisponibilidade materna. ------ ABSTRACT ------ Recent research concerning post-partum depression (PPD) seems to conclude that the partner’s support has a very favorable impact in the way the new mother adapts to mothering. Our objective was to investigate how fathers experience the PPD of their partners and its influence on the couple behavior and on the relationship with the baby. We used the Ground Theory to investigate seven (7) post-partum depressed cases. Five fathers, six mothers and two pediatricians participated in the study. We concluded that the partners of post-partum depressed women refer some “perplexity” when facing this unexpected situation, which seems to “reactivate previous experiences and conflicts”, namely the precocious relationships with their own mothers and other significant ones. The “expectation towards the partner” determines in some cases the rising of “resenting feelings” and in other cases “comprehending feeling”, which leads them to help their wives throughout this difficult period in their lives. Despite the different postures adopted by the fathers, all of them wind up “assuming a maternal role” in an attempt to compensate the internal indisposition of the mothers.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1728
ISSN: 2176-1019
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MPS 16(2) 106-115.pdf562,8 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.