Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1633
Título: Tarefas desenvolvimentais e bem-estar de jovens universitários
Autor: Dias, Maria da Graça Fialho Figueiredo
Orientador: Fontaine, Anne Marie
Data de Defesa: 1996
Editora: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Universidade do Porto
Resumo: A separação psicológica das figuras parentais, a construção da autonomia, o desenvolvimento da capacidade para a interacção amorosa e a consolidação da auto-estima, representam algumas das tarefas desenvolvimentais importantes no início da idade adulta. É natural que a resolução destas tarefas seja acompanhada de um sentimento geral de bem-estar psicológico. Contudo, é previsível que as oportunidades de desenvolvimento das competências que estas tarefas exigem não sejam idênticas para todos os indivíduos. Assim, este trabalho debruça-se particularmente sobre as diferenças que se manifestam ao nível da capacidade de resolução daquelas tarefas desenvolvimentais em função dos contextos de existência dos sujeitos, sobre as relações que as tarefas mantêm entre si e com certos indicadores de bem-estar psicológico. Num primeiro estudo, utilizando uma amostra de 530 estudantes universitários de vários estabelecimentos de Ensino Superior de Lisboa, dois instrumentos de avaliação de dimensões consideradas importantes para a construção da autonomia e a capacidade para a interacção amorosa foram construídos e validados, e alguns resultados, ainda exploratórios, foram analisados. Posteriormente, num segundo estudo, estes instrumentos foram administrados, conjuntamente com um inventário de separação em relação aos progenitores (PSI; Hoffman, 1984) e com outros instrumentos susceptíveis de avaliar certos aspectos do bem-estar psicológico, tais como a auto-estima global (Rosenberg) e a depressão (Zung), a uma amostra de 337 estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Os resultados obtidos sugerem que os níveis de resolução destas tarefas aumentam com a idade. Sugerem também a sua associação mútua e a sua relação com o bem-estar psicológico. Além disso, observa-se uma influência positiva da qualidade da RESUMO tv_ relação com os pais, tal como é percepcionada pelo jovem, no grau da sua resolução. Na sua globalidade, os resultados estão de acordo com as previsões elaboradas a partir das teorias psicodinâmicas do desenvolvimento dos jovens. Contudo, foram observadas diferenças nítidas em função do género e do nível sócio-económico de pertença. Estas diferenças manifestam-se, quer no plano da resolução de certas tarefas, quer no plano da sua relação mútua. Acresce que os resultados indicam claramente que a autonomia e a separação psicológica são constructos relacionais que variam em função das pessoas implicadas na relação (pai, mãe, amigo, namorado). Assim, este trabalho contribui para a construção de uma visão mais fina do desenvolvimento do jovem adulto. Os diversos sistemas de relação observados entre certas tarefas desenvolvimentais no início da idade adulta e o bem-estar psicológico são indicadores do efeito moderador do contexto de existência nestas relações e sublinham a necessidade de ter em conta estas diferenças no decurso de intervenções junto de jovens universitários, particularmente no quadro da consulta psicológica.------ ABSTRACT ------ The psychological separation from parents, the autonomy construction, the development of the capacity for love interaction and self-esteem consolidation, are some of the important developmental tasks of young people. It may be expected that the resolution of these tasks goes with a general feeling of psychological well-being. Yet, it is predictable that the opportunities for developing the competences needed for these tasks are not the same for all individuals. Accordingly, this work examines the differences shown on the capacity level of resolution of the developmental tasks according to the subjects' living contexts, the developmental tasks' mutual relationship, and their association with psychological well-being. In a first study, two instruments of evaluation of dimentions considered important for autonomy construction and for the capacity for love interaction were constructed and validated, on a sample of 530 university students from several Colleges of Universities in Lisbon, and some still exploratory results were analysed. In a second study, these instruments, together with a parental separation inventory (PSI; Hoffman, 1984) and other instruments of evaluation of certain aspects of psychological well--being, such as global self-esteem (Rosenberg) and depression (Zung), were applied to a sample of 337 students from the Faculty of Sciences and Technology of the New University of Lisbon. The results obtained suggest the progression with age of the level of resolution of those tasks, and their mutual association and to psychological well-being. We also note the positive influence of the quality of the relationship with parents, as perceived by the youngster, on the tasks' resolution. Globally, the results agree with hypotheses elaborated according to young people's development psychodynamic theories. ABSTRACT i W_ Nevertheless, clear differences have been found depending on individual gender and socio-economic status, that manifest themselves either at the level of the several tasks' resolution, or at the level of their mutual relationship. The results also indicate that autonomy and psychological separation are relational constructs that vary according to the other persons implicated in the relationship (father, mother, friend, lover). Consequently, this study contributes to the construction of a more precise look on young aduits1 development. The several relational systems observed between certain developmental tasks of young adults and their psychological well-being are indicators of the living context's moderating effect on these relationships. They also underscore the need to consider these differences in the course of psychological interventions among young university students, in particular in the context of psychological counseling.
Descrição: Tese de Doutoramento apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Universidade do Porto
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1633
Aparece nas colecções:PDES - Tese de doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TES DIAS M1.pdf352,74 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.